Agentes penitenciários de MT devem fazer paralisação de 48 horas em unidades prisionais

O protesto da categoria está previsto para começar na quarta-feira (11) e ser encerrado na quinta-feira (12). A categoria cobra a atualização do adicional de insalubridade.

Categoria deve suspender atividades em todas as unidades do estado (Foto: Reprodução/TVCA)

Categoria deve suspender atividades em todas as unidades do estado (Foto: Reprodução/TVCA)

Os agentes penitenciários de Mato Grosso devem paralisar as atividades por 48 horas a partir da próxima quarta-feira (11) em todo o estado. A decisão foi tomada em assembleia geral do Sindicato dos Servidores Penitenciários (Sindspen-MT), que representa a categoria. A reunião foi realizada no dia 5 de julho.

A categoria cobra a atualização do adicional de insalubridade.

Segundo o sindicato, o governo havia estabelecido prazo de 15 dias para apresentar um cálculo e uma proposta de aumento, porém, o tempo expirou.

O G1tentou, mas não conseguiu contato com o governo.

Durante a paralisação, não deve haver:

  • atendimento aos advogados;
  • atendimento aos oficiais de Justiça (salvo alvará e mando de prisão de réu preso);
  • visitas;
  • assistências penais (educacionais, laborativas e religiosas);
  • atendimento de saúde (exceto urgência emergência);
  • recebimento de presos.

O protesto da categoria está previsto para ser encerrado na quinta-feira (12).


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*