Após cassação de Diploma do Senador José Medeiros (Podemos) Paulo Fiúza de Sinop é diplomado esta tarde no TRE; Senado ainda não marcou posse

O empresário Paulo Fiuza foi diplomado senador, esta tarde (08/08/2018), no Tribunal Regional Eleitoral, Cuiabá. A confirmação foi feita, ao Só Notícias, por uma fonte do TRE. O próximo passo será o Senado marcar sua posse. Ainda não foi anunciado quando deve ocorrer.

Fiuza assumirá porque o senador Jose Medeiros (Podemos) foi cassado, semana passada, por fraude na ata que definia a ordem dos suplentes. O TRE decidiu que Fiuza é o 1º suplente e não o 2º como estava na ata entregue à justiça eleitoral sobre a convenção feita há 8 anos. Pedro Taques havia sido eleito senador e, 4 anos depois, venceu a eleição para o governo, deixou o Senado e Jose Medeiros assumiu. Fiuza havia recorrido quando ao posicionamento na ata e agora a justiça eleitoral decidiu cassar Medeiros. O mandato atual termina em fevereiro do ano que vem.

Além das provas apresentadas de fraude na ata – cuja composição era de Fiuza primeiro suplente e Medeiros segundo – foi apresentada pela defesa de Fiuza vídeo de Pedro Taques fazendo campanha em Sinop e pedindo votos para ele e Fiuza. A inelegibilidade reflexa não atingiu Pedro Taques (PSDB) pois o pleno entendeu que Taques não sabia da fraude.

Medeiros negou que tivesse praticado fraude na ata e está recorrendo para permanecer no Senado. Ele teve seu nome aprovado em convenção, no final de semana, para ser candidato a deputado federal. Fiuza não deve ser candidato.

fonte: Só Notícias/Editoria com Marco Stamm (foto: Só Notícias/Luiz Ornaghi/arquivo)


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*