Bolsonaro diz que só vai se imunizar depois que “o último brasileiro for vacinado”

Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira que decidirá sobre tomar ou não a vacina contra a Covid-19 apenas depois que “o último brasileiro for vacinado”, acrescentando que a posição se trata de um “exemplo que o chefe tem que dar”. O mandatário brasileiro, que já criticou as vacinas inúmeras vezes, especialmente a chinesa Coronavac, vai na contramão dos chefes de Estado no mundo, que tem se vacinado para estimular a imunização da população em geral.

“Depois que o último brasileiro for vacinado, se estiver sobrando uma vacina, eu vou decidir se me vacino ou não, esse é o exemplo que chefe tem que dar, igual no quartel”, disse Bolsonaro em transmissão semanal ao vivo em redes sociais, acrescentando que já teve Covid no ano passado. Bolsonaro, de 66 anos, poderia ser vacinado contra a Covid-19 em Brasília a partir de sábado, quando a capital federal passará a imunizar a faixa etária dele.

FLÁVIA MARREIRO – El País Brasil

(DA REUTERS).


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*