Bolsonaro não corre risco de ser cassado nesta terça, diz Daoud

DIA DE DEFINIÇÃO

Tribunal Superior Eleitoral julga ação movida contra a chapa Bolsonaro-Mourão por suposto envolvimento em ataque hacker.

Por Canal Rural

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) julga nesta terça-feira, 9, uma das ações que pedem a cassação da chapa do presidente Jair Bolsonaro e do vice Hamilton Mourão.

A ação aponta para abuso eleitoral por possível ligação de ambos com ataque hacker. Em 2018, o grupo de Facebook “Mulher unidas contra Bolsonaro” foi invadido e teve seu nome alterado para “Mulheres com Bolsonaro”. Então candidato à Presidência da República, Bolsonaro chegou a compartilhar a página alterada.

Se a chapa for cassada ainda este ano pelo TSE, devem ocorrer eleições para definir um novo presidente. Porém, de acordo com o comentarista Miguel Daoud, a chance disso acontecer não existe, pois o próprio relator da ação afirma que não há provas robustas sobre o envolvimento de Bolsonaro e Mourão.

No entanto, Daoud chama atenção para outras ações que estão no TSE envolvendo a chapa. Algumas delas acusam Bolsonaro e Mourão de terem se utilizado de disparos em aplicativos de conversas de forma ilegal. “Informações de bastidores dão conta que essas ações talvez tenham provas mais robustas. Se for constatado, aí sim há risco de cassação”, diz.


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*