Brasil contabiliza 849 novos óbitos pela pandemia nas últimas 24 horas

O Brasil contabiliza 849 novos óbitos pela pandemia nas últimas 24 horas, segundo dados colhidos por um consórcio de veículos de imprensa junto às Secretarias de Saúde dos Estados. Bombardeado por críticas, Governo Bolsonaro divulga dados da pandemia às 18h, mas sem informações de Alagoas e Santa Catarina. Casos passam de 700.000. No domingo, pasta confirmou 525 novas mortes por covid-19, menos da metade do total que divulgou antes. Nova Zelândia declara que erradicou o coronavírus e suspende restrições. Japão se prepara para pior contração econômica do pós-guerra. EUA se aproximam de 2 milhões de casos

Funcionários limpam tinta vermelha despejada nesta segunda por manifestante na frente do Palácio do Planalto, em Brasília.
Funcionários limpam tinta vermelha despejada nesta segunda por manifestante na frente do Palácio do Planalto, em Brasília.SERGIO LIMA / AFP

Após a ofensiva do Governo Bolsonaro para ocultar dados sobre a evolução do novo coronavírus no Brasil ser bombardeada por críticas, o Ministério da Saúde divulgou às 18h nesta segunda-feira uma nova plataforma com o balanço da pandemia, mas sem informações de Alagoas e Santa Catarina: já são 37.134 óbitos, com 679 novas mortes confirmadas nesta segunda. De acordo com os dados oficiais, casos passam de 700.000 agora. Em geral, no domingo e segunda, as notificações tanto de óbitos como de casos costumavam ser um pouco mais baixas do que a média da semana, mas a nuvem de dúvida que o Governo lançou sobre os dados ajuda a criar uma clima de desconfiança. Por isso, um consórcio de veículos de imprensa resolveu fazer uma contagem paralela junto às Secretarias de Saúde dos Estados. De acordo com essa contagem independente, houve 849 novas mortes nas últimas 24 horas. No domingo, o Ministério da Saúde já havia promovido uma confusão de informações no final da noite. Primeiro, comunicou em um boletim enviado à imprensa 12.581 novos casos e 1.382 mortes por covid-19 registradas nas últimas 24 horas. Uma hora depois, a plataforma oficial da pasta trazia outros números: 525 óbitos registrados em um dia e 18.912 pessoas infectadas entre sábado e domingo. Nesta segunda, a pasta afirmou que os números mais baixos se devem à revisão dos dados em Roraima e no Ceará. Com isso, o país registra oficialmente, ao todo, 691.758 infecções (o segundo maior número no mundo) e 36.455 mortes (o terceiro no planeta) desde o início da pandemia.

fonte: El País


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*