Brasileiros brilham e Barcelona vence Boca Jrs. no Troféu Joan Gamper

Após dez anos, Barcelona e Boca Juniors voltaram a se encontrar no tradicional Troféu Joan Gamper. E na 53ª edição do torneio amistoso em homenagem ao fundador, ex-jogador e presidente do clube catalão, quem levou a melhor no Camp Nou foram os catalães. Em noite inspirada dos brasileiros da equipe blaugrana, o Barça triunfou pelo placar de 3 a 0, com gols de Malcom, Messi e Rafinha.

O jogo desta quarta-feira foi marcado também por boas estreias. O ex-Corinthians Malcom fez sua primeira partida com a camisa do Barcelona e já logo balançou as redes. Lionel Messi enfrentou o Boca pela primeira vez na carreira, e também deixou sua marca.

Esta foi a sexta vez que os xeneizes participaram do torneio. A última havia sido há 10 anos, em 2008, quando foram derrotados por 2 a 1 pela equipe recém-assumida por Pep Guardiola.

O Barcelona estreia oficialmente na temporada 2018/2019 no próximo sábado, contra o Alavés, novamente no Camp Nou, pela primeira rodada do Campeonato Espanhol. O Boca, por sua vez, estreou com vitória sobre o Talleres no Campeonato Argentino e, na Copa Libertadores, bateu o Libertad pelo jogo de ida das oitavas de final.

O jogo

O primeiro tempo foi marcado por posse de bola e pressão do Barcelona, enquanto o Boca apostava no contra-ataque. Na recuperação de bola, os argentinos até achavam alguns espaços, mas erravam muito e pecavam no último terço do campo.

O Barcelona, por sua vez, explorava bastante o lado direito, com Sergi Roberto tendo bastante liberdade. As primeiras chances do time da casa saíram justamente por lá. Aos 16 minutos, Phillipe Coutinho quase abriu o placar com um golaço. O brasileiro driblou, deixou adversário no chão, puxou para a direita e soltou a bomba no gol. Mas Andrada fez belíssima defesa e salvou o Boca.

Dois minutos, porém, não teve jeito. Fazendo sua estreia no Barça, o menino Malcom recebeu na esquerda livre, invadiu a área e mandou do canto do esquerdo do goleiro, que nada pôde fazer para evitar o primeiro gol do ex-Corinthians com a camisa blaugrana.

O roteiro seguiu o mesmo e os argentinos tentavam chegar ao empate. O que quase aconteceu aos 30 minutos, quando o zagueiro Izquierdoz mandou de cabeça e a bola saiu por pouco. Três minutos depois, o time argentino reclamou de mão na área de Umtiti. Juiz consultou o árbitro de vídeo, que não viu pênalti e o jogo seguiu.

Aos 38, veio a resposta. Messi tentou o toque, bola rebateu na zaga e voltou para o argentino, que deu um leve toquinho por cima de Andrada, estufando a rede e anotando seu primeiro gol no seu primeiro jogo contra o Boca.

Aos 45, quase os xeneizes quase diminuíram. Villa ganhou na direita e soltou a bomba, que explodiu na trave. No rebote, Umtiti salvou os catalães em cima da linha.

Na volta do intervalo, substituições dos dois lados. Ernesto Valverde trocou oito jogadores, entre eles o brasileiro Arthur entrou em campo. Malcom permaneceu no gramado, jogando agora pela direita. Já Schelotto, promoveu apenas três mudanças e Tévez não foi uma delas.

Logo aos 10 minutos, o Boca desperdiçou uma ótima chance. Zárate recebeu completamente livre, mas errou o drible em cima de Cillissen, que conseguiu cortar o lance com a canhota. Com 15 jogados, mais alterações em ambos os times. O Barça enfim trocou o time inteiro em relação ao primeiro tempo e Tévez entrou em campo.

Aos 20 minutos, o Brasil brilhou pela segunda vez na Catalunha. E como brilhou. Rafinha recebeu lindo passe de Suárez, deu um lençol no goleiro e marcou um golaço de placa: 3 a 0.

O quarto gol dos anfitriões estava mais perto do que o primeiro dos visitantes. Aos 27 minutos, Suárez pegou um rebote na entrada da área e tentou mandar por cobertura, mas a bola foi para fora. Seria um golaço. O Barça trocava passes no campo de ataque, tentando achar espaços para criar chances para o quarto gol. Do outro lado, o Boca ainda sonhava com um gol de honra, mas sem sucesso.

O time da casa chegou novamente com perigo em cobrança de escanteio. Vermaelen cabeceou e Andrada voou para salvar a equipe argentina. O Barça ainda teve um gol anulado no finzinho do jogo, quando após bela troca de passes, Álcacer estufou a rede em posição irregular.

fonte – gazeta esportiva


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*