Cacau Show e Floricultura de Cuiabá são condenadas por venderem trufa com larva; vejam vídeo de larva em trufa!

DANOS MORAIS

Condenação, em primeira instância, foi assinada pelo juiz Felipe Fernandes do 2º Juizado Especial de Cuiabá. Empresas podem recorrer da decisão.

O caso aconteceu em junho de 2018 e teve muita repercussão nas mídias sociais, após a consumidora Daniella Nascimento postar um vídeo que mostra uma larva saindo da trufa, comprada na Floricultura América. Daniella havia ganhado do marido o bombom juntamente com uma rosa.

Diante da repercussão do vídeo, representantes da Floricultura chegaram a oferecer outra trufa, mas o casal recusou e ainda procurou a vigilância sanitária para relatar o caso.

“Condeno as reclamadas, solidariamente, ao pagamento de R$ 10 mil, acrescido de juros 1% ao mês ao contar do evento danoso, além de correção monetária a parte”, destacou.

Com o processo, a Floricultura ainda tentou se justificar dizendo que era responsável apenas pela comercialização das trufas, no entanto, na decisão assinada pelo juiz Felipe Fernandes do 2º Juizado Especial de Cuiabá, o comércio teria participação na ação de forma ‘solidária’.

Diante do sentimento de repugnância e ‘nojo’ experimentado pela cliente (Daniella), segundo o magistrado, é suficiente para a indenização por danos morais.

“Condeno as reclamadas, solidariamente, ao pagamento de R$ 10 mil, acrescido de juros 1% ao mês ao contar do evento danoso, além de correção monetária a parte”, destacou.

Por meio de nota, a Cacau Show afirmou que a condenação é em primeira instância ainda não transitada em julgado, sendo passível de recurso.

Com isso, também justificou que todos os produtos da marca são perecíveis e respeitam a legislação da Vigilância Sanitária.

VEJA VÍDEO

CONFIRA A NOTA NA ÍNTEGRA

A Cacau Show informa que trata-se de processo judicial com sentença em primeira instância ainda não transitada em julgado, sendo passível de recurso.

Vale ressaltar que os produtos da marca são perecíveis e respeitam a legislação da Vigilância Sanitária, no que dispõe às Boas Práticas de Fabricação e Comercialização. Por isso, a Cacau Show realiza severo e rigoroso controle de qualidade, que também está presente nas mais de 2.100 lojas franqueadas da rede, com procedimento higiênico-sanitário, no que se refere à refrigeração adequada, controle integrado de vetores e pragas urbanas, desinfecção, manipulação dos alimentos, bem como barreiras nas linhas de produção, etc. Informamos também que em consonância com o código de defesa do consumidor foi oferecida a substituição do produto.

Outra medida importante que a empresa adota é dar cada vez mais ênfase para o seu Programa de Excelência do Franqueado (PEF), o qual preza pela qualidade, excelência e gestão da loja, estoque, área de venda, higiene e dedetização. Para conferir maior idoneidade e seriedade ao Programa, as auditorias são realizadas por uma empresa terceirizada, a Bureau Veritas, uma das mais conceituadas e hoje com mais de 400 mil clientes no mundo inteiro.

Por fim, a Cacau Show reforça o posicionamento de sempre se manter à disposição para ouvir seus clientes, mantendo uma preocupação contínua em aprimorar a qualidade de seus produtos e serviços.

fonte: repórtermtÑ


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*