Cinco homens e uma mulher são presos ao tentarem furtar agência bancária em Brasnorte; Vejam os nomes!

Parte dos assaltantes foram rendidos quando tentavam fugir pelo telhado do banco. A polícia investiga a participação de outras pessoas que possam ter dado apoio ao crime.

Criminosos entraram pelo telhado da agência (Foto: PM-MT/Assessoria)

Criminosos entraram pelo telhado da agência (Foto: PM-MT/Assessoria)

Cinco homens e uma mulher foram presos, nesta segunda-feira (6), em Brasnorte, a 580 km de Cuiabá, por suspeita de envolvimento numa tentativa de furto em uma agência bancária, naquele município.

Foram presos: Weberton Bruno Soares, de 31 anos, Eriely Cristina dos Santos de Assis, de 24 anos, Janderson Jales da Silva, de 23 anos, Tiago da Silva Pacheco, de 19 anos, Alexandre Martins de Oliveira, de 23 anos, e Pedro Rodrigues de Oliveira, de 23 anos.

G1 não conseguiu localizar a defesa dos citados.

De acordo com o boletim de ocorrência, a Polícia Militar recebeu a informação de que câmeras do circuito de segurança da agência haviam sido desligadas.

Parte do material que estavam em posse dos criminosos (Foto: PM-MT/Assessoria)

Parte do material que estavam em posse dos criminosos (Foto: PM-MT/Assessoria)

Após receber a denúncia, os policiais perceberam que havia um veículos passando diversas vezes em frente ao batalhão. Quando viu que seria abordado, o motorista tentou fugir, mas foi capturado.

Uma mulher estava no carro e também foi detida. À polícia, os dois confessaram que comparsas estariam dentro do banco.

O comandante solicitou reforço dos policiais militares dos municípios vizinhos, apoio do Batalhão de Operações Especial (Bope) e da Polícia Civil (PC), enquanto os PMs da cidade cercavam o banco.

Os suspeitos tentaram fugir pelo telhado da agência, mas foram presos. Após a prisão, a polícia identificou o esconderijo do grupo.

Material recuperado pela polícia (Foto: PM-MT/Assessoria)

Material recuperado pela polícia (Foto: PM-MT/Assessoria)

No local os policiais encontraram armas, munições e ferramentas utilizadas para arrombamentos.

A Polícia Civil investiga a participação de outros suspeitos que teriam apoiado a ação criminosa.


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*