Concessão de aeroportos de MT atrai interesse de empresas da Espanha, Suíça, França e Argentina

Iniciativa privada terá obrigação de investimento e gestão por 30 anos.

Concessão de aeroportos de MT atraiu interesse de empresas da Espanha, Suíça, França e Argentina (Foto: Rafael Manzutti)

Concessão de aeroportos de MT atraiu interesse de empresas da Espanha, Suíça, França e Argentina (Foto: Rafael Manzutti)

As concessões do Aeroporto Marechal Rondon em Várzea Grande, e dos quatro regionais de Rondonópolis, Barra do Garças, Alta Floresta e Sinop, despertaram interesse de investidores internacionais, como Espanha, Suíça, França e Argentina.

Os países enviaram representantes para participar da audiência pública realizada nessa terça-feira (19.06), pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

De acordo com a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), Mato Grosso é o único estado brasileiro que tem cinco aeroportos que serão concessionados, em um único lote, à iniciativa privada.

Privatização de aeroportos

Privatização de aeroportos

A previsão é que as unidades aeroportuárias sejam leiloadas até o final deste ano e recebam investimentos de aproximadamente R$ 800 milhões. O leilão em bloco dos aeroportos de Mato Grosso foi proposto pelo governado e aceito pelo Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil.

Segundo o secretário da Sinfra, Marcelo Duarte, à iniciativa privada caberá a obrigação de investimento e gestão por 30 anos.

A audiência pública possibilitou que a sociedade participasse com sugestões para aprimorar o edital que será posteriormente encaminhado ao Tribunal de Contas da União (TCU).

Em todo o país, de acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), serão leiloados 13 aeroportos. Essa nova rodada de licitação apresenta algumas novidades, entre elas é a possibilidade de um mesmo interessado vencer o leilão para mais de um bloco.

Aeroporto Marechal Rondon

O governo de Mato Grosso rescindiu o contrato com a empresa responsável por obras no Aeroporto Marechal Rondon, que fica em Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá, previstas para a Copa do Mundo de 2014. O anúncio foi feito nesta terça-feira (19). A rescisão unilateral foi publicada em Diário Oficial.


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*