Corpos de 3 homens encontrados em fazenda de Itanhangá com as mãos e pés amarrados são identificados

Fazendeiro andava pelo pasto e descobriu os corpos no mês passado após sentir odor. Todas as vítimas aparentavam ter sido executadas com tiros na cabeça.

Corpos foram encaminhados ao IML de Sorriso (Foto: Wésllen Tecchio/TV Centro América)

Corpos foram encaminhados ao IML de Sorriso (Foto: Wésllen Tecchio/TV Centro América)

Os corpos dos três homens que foram encontrados amarrados em uma fazenda, no dia 17 de junho, entre Itanhangá e Tapurah, a 447 e 414 km de Cuiabá, respectivamente, foram identificados.

Os cadáveres estavam com os pés e as mãos amarrados. Até então as vítimas não tinham sido identificadas.

O caso é investigado pela Polícia Civil de Tapurah, mas ainda não houve nenhuma prisão pelo crime.

Os corpos foram encontrados no mês passado em estado de decomposição em uma fazenda, que fica a 20 quilômetros do centro de Itanhangá.

Segundo a polícia, havia sinais que os homens podem sido executados com tiros na cabeça. A Polícia Civil divulgou como sendo Cláudio Abel, José Carlos Morais Ferreira e Gilmar da Silva Neris.

As idades não foram informadas. Os corpos ainda estão no Instituto Médico Legal (IML) de Sorriso, a 420 km de Cuiabá, aguardando o laudo do exame de DNA que vai confirmar as identificações para só então serem liberados para sepultamento.


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*