CRECI aciona a polícia e prendem falsos corretores no norte de Mato Grosso

CRECI aciona a polícia e prendem falsos corretores no norte de MTFoto: Assessoria
O Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Mato Grosso realiza a segunda iniciativa do Conselho contra os ilegais, intensificado os trabalhos de fiscalização no interior do Estado. A autarquia, que tem como sua principal missão a atuação em defesa da sociedade, tem tornado mais ativa as ações preventivas no sentido de orientar e fiscalizar o exercício ilegal e irregular da profissão de corretores de imóveis, protegendo e resguardando direitos e deveres dos profissionais e da sociedade.

Com este objetivo, fiscais do CRECI-MT, por meio da Delegacia Regional de Sinop estão percorrendo os municípios para uma fiscalização rigorosa no sentido de combater o exercício ilegal e ao mesmo tempo, conscientizar a população sobre a necessidade de fazer denúncias.

Segundo Clebson Damião dos Santos e Neidivaldo Messias da Cruz, fiscais do Conselho, as cidades por onde já passaram foram Guarantã do Norte, Matupá, Peixoto de Azevedo, Terra Nova do Norte, Nova Santa Helena, Colíder, Nova Canaã do Norte e Carlinda, onde já foram autuados 24 exercícios ilegal da profissão, entre pessoa física e jurídica. “Nossa fiscalização continua nesta região até o dia 25 de julho e deve percorrer ainda cerca de cinco municípios”, informou os fiscais.

O Delegado Regional de Sinop Antônio Liberato explica que vem recebendo constantemente reclamação dos corretores legalizados e até mesmo por parte da população que já foi enganada por aqueles que se apresentam como sendo corretores, mas na verdade estão atuando de forma ilícita. “Essas pessoas que atuam na irregularidade acabam fazendo o serviço do corretor, mas não tem o mínimo critério de responsabilidades, por isso vamos continuar intensificando a fiscalização em nosso município e região”, disse o delegado.

Na cidade de Carlinda um ilegal foi conduzido por força policial a delegacia para posterior abertura de processo e responderá pela contravenção. Isso será feito em todos os casos que for identificado ilegalidade. “Essa foi nossa promessa de campanha durante a nossa reeleição.” Explicaram o Diretor secretário Contreira e o Presidente Benedito Odario.

fonte: águaboanews


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*