Deputada defende que pai escreva livro para detalhar “podridão” da política em MT

BOMBAS DE RIVA

Janaína alega que José Riva se envolveu em diversos casos por conta do poder de articulação

riva-janaina.jpg

Ao voltar a falar do pai, o ex-deputado estadual José Geraldo Riva, considerado o político com mais processos no Brasil, a deputada estadual Janaina Riva (MDB) disse que espera que ele escreva um livro para detalhar a “podridão” da política no estado. Ao admitir a participação dele em esquemas, Janaína espera que o pai possa mostrar a verdade e citar outros nomes que também tem participação em fraudes, mas sequer são citados.

“Não começou com ele. Mas, sem dúvida ele foi um grande articulador”, disse a deputada em entrevista a Rádio Centro América, na última quarta-feira (13), em Cuiabá.

A deputada explica que o sistema é corrupto e Riva apenas se inseriu nele. Por isso, ela destaca que um livro poder revelar todos os caminhos adotados nos bastidores do poder. “Acho que meu pai sucumbiu à onda de corrupção, que não era só ele. Por isso que constantemente eu falo que gostaria que ele pudesse contar essa história, já até falei para ele que ele tinha que escrever um livro”, contou.

Além disso, a deputada pontua que Riva era um grande articulador e muitos políticos dependiam dele, fato que teria o envolvido ainda mais nos casos de corrupção. “Porque não começou com ele isso. Agora ele foi sem dúvida um grande articulador, então muita gente dependia do Riva. Eram vereadores, prefeitos, deputados, deputados federais, era muita gente envolvida. Até os governadores, senadores”.

Em sua avaliação, o escândalo envolvendo deputados que foram gravados pelo ex- governador Silval Barbosa recebendo propina para aprovação de projetos, mostra que a corrupção em Mato Grosso não era ato exclusivo de seu pai.  “Acho que depois daqueles vídeos do Silval as coisas passaram a ficar um pouco mais passiveis de compreensão, de como se fazia política aqui dentro do estado, que não era o Riva que cometia atos de corrupção”.

Janaina ressalta que é herdeira de grande parte do espólio político do ex-deputado, mas outros deputados também acabaram herdando muita gente que até hoje se diz do antigo grupo do ex-deputado José Riva. Contudo, ela avalia que os problemas deixados pelo pai, refletem em sua vida pessoal e política.

“Dizer que os problemas não me incomodam é claro que me incomodam. Profissionalmente e também pessoalmente. Porque isso deixa muitos resquícios para família, hoje algumas citações, que eu tenho em qualquer tipo de processo são pelo fato de ser filha do meu pai e ter algumas coisas dele no meu nome e no nome dos meus irmãos. Então isso atrapalha nossa vida pessoal e política”.

No entanto, a emedebista garante que conselho do seu pai é para que não cometa os mesmos erros. Além de descrever que Riva cobra que ela trace sua própria história política. “Existe sempre aquele questionamento, vai ser igual o pai, porque filha de peixe peixinho é. Mas as pessoas não entendem que o que o pai quer é que a filha melhore e é obvio que meu pai não quer que eu cometa os mesmos erros que ele cometeu. Eu acho que tenho que escrever essa historia de uma forma diferente, é uma obrigação minha e ele é o que mais me cobra isso,  tem muito medo de eu errar”.

fonte: folhamax


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*