Dia nacional do motociclista é comemorado hoje; PM dá dicas de condução

Dia 27 de julho é considerado o dia nacional do motociclista. A data celebra e exalta todos aqueles que ganham a vida ou simplesmente se deslocam sobre duas rodas. Em Tangará da Serra, há um número bastante considerável de motociclistas, mas infelizmente, os acidentes envolvendo estes condutores também tem tomado conta do noticiário.

A reportagem da Rádio Pioneira conversou com o soldado Borges da Polícia Militar. O policial, que integra o serviço de motopatrulhamento da PM, falou sobre os equipamentos indispensáveis para os motociclistas.

“O motociclista tem que ter certos cuidados com as atitudes na pilotagem da motocicleta. Uma delas, a mais importante, é a utilização do EPI. No caso, uso de capacete, as viseiras em condições de uso, se possível utilizar uma calça jeans, um calçado fechado, o que é regulamentado pela legislação e esses cuidados com a atenção no trânsito”, destacou.

Porém, apenas equipamentos não bastam para uma pilotagem com segurança. Atenção sempre redobrada no trânsito também deve fazer parte da vida dos motociclistas, que precisam ver e procurar que sejam vistos pelos demais motoristas. Borges elenca dicas de segurança no trânsito para os motociclistas.

“Utilização correta das faixas, utilização dos sinais de seta, utilizações de farol no momento certo. Tomar cuidado com problemas de rodovia ou de pista, no caso de areia, água, óleo, terra. Ao adentrar numa curva, prestar atenção se tem alguns resíduos na pista que possam causar acidentes e quedas; tentar tomar cuidado com velocidade e a utilização correta dos freios, se possível a utilização em necessidade dos freios de emergência, saber utilizar a dosagem certa dos freios dianteiro e traseiro; e saber os recursos que a motocicleta dá, assim como o freio de motor e a utilização correta de embreagem. Também, ficar sempre atento com os sinais luminosos, a seta, luz de freio, principalmente no período noturno”, cita o PM, ao reforçar que a maioria dos acidentes são possíveis de ser evitados, desde que exista o máximo de atenção e consciência por parte de todos no trânsito.

“O motociclista tem que estar atento não só à condução individual, mas também com a condução coletiva, pelo fato de o motociclista ocupar um espaço um pouco menor no trânsito, ele acaba sendo pouco visado. Então, ele tem que dirigir para si e para outros para evitar o máximo de acidentes. Pesquisas mostram que 70% dos acidentes são evitáveis com um pouco mais de atenção, de prudência, nas conduções de motocicleta”, concluiu.

fonte: radio pioneira


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*