Eduardo Botelho vai cortar salários de Janaina Riva, Mauro Savi (que está preso), Adalto de Freitas e Gilmar Fabris por falta

 

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM) afirmou que vai cortar os salários dos deputados Janaína Riva (MDB), Adalto de Freitas (Patriota), Gilmar Fabris (PSD) e Mauro Savi (DEM), que está preso, pela falta na sessão matutina desta quarta-feira (1º), quando o Parlamento retornou de férias.

Dos faltosos somente o deputado Dilmar Dal’Bosco (DEM) se safou do corte em salário porque tem licença médica devido à cirurgia recente.

Botelho já havia alertado os deputados sobre o corte devido às faltas, já que em período eleitoral a Assembleia deixou de realizar as sessões ordinárias em três dias e passou a concentrar os trabalhos do Parlamento na quarta-feira.

A medida prevê que o deputado que faltar as três sessões, concentradas na quarta-feira, irá ter o corte de R$ 25%, no salário, que é de R$ 25 mil, o que somaria a redução de cerca de R$ 6 mil. Já quem faltar uma das sessões, como ocorreu no período matutino, terá o corte de cerca de  R$ 2 mil no subsídio.

fonte: reportermt com edição de O melhor da Notícia


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*