Em cinco meses, 38 mulheres são assassinadas em MT; maioria por crime passional

Dados apontam que uma mulher foi morta a cada três dias no estado entre janeiro e maio deste ano. Dados da Sesp apontam que 60% dos crimes tiveram motivação passional.

Vanessa Tito Poquiviqui Ramos, de 21 anos, foi encontrada morta no dia 31 de janeiro (Foto: Facebook/Reprodução)

Vanessa Tito Poquiviqui Ramos, de 21 anos, foi encontrada morta no dia 31 de janeiro (Foto: Facebook/Reprodução)

Trinta e oito mulheres foram assassinadas em Mato Grosso entre os meses de janeiro e maio deste ano, segundo dados da Coordenadoria de Análise e Estatística Criminal (CEAC) da Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp-MT).

Dentre os homicídios registrados, 60% teve motivação passional, 10% por envolvimento com drogas, 3% por vingança, 3% por rixa e 8% por outros movitos. O restante dos casos, segundo os dados, ainda estão sendo apurados.

Dados divulgados pela Sesp no início deste ano apontam que uma mulher foi morta a cada três dias durante os dois primeiros meses de 2018, estatística que se mantém até então, levando-se em conta os dados atuais.

Viviane da Silva Ângelo estava grávida de sete meses quando foi assassinada, em Cuiabá (Foto: TV Centro América)

Viviane da Silva Ângelo estava grávida de sete meses quando foi assassinada, em Cuiabá (Foto: TV Centro América)

Na maioria dos casos, conforme a pasta, as vítimas são adolescentes, jovens e mulheres, entre 15 e 45 anos, e a autoria do crime é atribuída a namorados, ex-namorados, maridos e ex-maridos das vítimas.

Dentre os casos de repercussão registrados neste ano, está o assassinato da jovem Vanessa Tito Poquiviqui Ramos, de 21 anos, encontrada morta dentro de casa, no Bairro Três Barras, em Cuiabá, no dia 31 de janeiro. Suspeito do crime, o jovem Maycon Júnior da Silva Dantas, de 30 anos, gravou um vídeo da vítima agonizando antes de morrer.

Giovana Sinopoli, de 16 anos, foi morta pelo namorado da mesma idade, em Nova Mutum (Foto: Facebook/Reprodução)

Giovana Sinopoli, de 16 anos, foi morta pelo namorado da mesma idade, em Nova Mutum (Foto: Facebook/Reprodução)

Em fevereiro, a adolescente Giovana Sinopoli, de 16 anos, foi morta a facadas pelo namorado dela, da mesma idade, em Nova Mutum, a 269 km de Cuiabá, no dia 22 de fevereiro. O suspeito foi ouvido e alegou uma espécie de “surto” ao ser ouvido na delegacia.

Outro caso que chamou a atenção foi a morte de Viviane da Silva Ângelo, de 18 anos, que estava grávida de sete meses, e foi encontrada morta no dia 18 de fevereiro perto da Ponte de Ferro sobre o Rio Coxipó, em Cuiabá. Apontado como suspeito do crime, Mateus Rodrigues Pinto, que é ex-namorado da vítima, foi preso.


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*