Energisa constata furto de energia em três fazendas em Sorriso

“CAÇA GATOS”

Operação da Energisa segue até sexta-feira (16) no município

Com o encarecimento da conta de energia elétrica, há quem opte pelo caminho mais fácil: a fraude ou furto de energia, em vez de economizar. O problema é que essa prática é considerada crime. Em Sorriso, onde está sendo executada uma operação de combate ao furto de energia elétrica (conhecido também como gato e ligação clandestina​), foram constatadas mais irregularidades em fazendas e empresas do município.

A operação é realizada pela Energisa, concessionária responsável pela distribuição de energia elétrica em Mato Grosso, com o apoio da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Judiciária Civil e Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).

Ontem, nos períodos matutino e vespertino, a Energisa informou à Polícia Civil ter identificado irregularidades em três fazendas de Sorriso e região. Em uma delas, onde há o funcionamento de uma granja de suínos, os peritos disseram achar um transformador ligado irregularmente.

Em outra propriedade rural, foram localizados dois transformadores ligados diretamente na rede elétrica, sem a autorização da Energisa, o que configura ligação clandestina, já que essa prática impede o correto registro de consumo.

Por volta das 16h10min de ontem, a operação descobriu que há irregularidade no medidor de energia de uma fazenda, onde há secador de grãos. Ainda ontem, a equipe detectou um medidor adulterado em uma cerâmica da zona rural de Sorriso, bem como adulteração no conjunto de medição em uma unidade consumidora de outra cerâmica do município.

Segundo a Energisa, atualmente, cerca de 5% da energia distribuída em Mato Grosso é desviada por furtos ou fraudes.

Medidor furtado é localizado

Ainda durante a operação, ontem a equipe da concessionária conseguiu achar um medidor de energia que tinha sido furtado da Energisa de Sinop.

O aparelho foi localizado instalado e funcionando em Sorriso, cujo local não foi informado no boletim de ocorrência.

A Polícia Civil passa a apurar o caso.

Texto: Luana Rodrigues/Portal Sorriso – com informações da TV Sorriso/Record TV


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*