Falsa médica acusada de morte após procedimento estético é presa

Mariana foi indiciada por homicídio doloso Foto: Divulgação

Uma falsa médica que realizava procedimentos estéticos clandestinos usando silicone industrial para fazer implantes foi presa, na manhã desta segunda-feira, numa ação conjunta de policiais da 55ª DP (Queimados) e agentes do Ministério Público do Rio. Mariana Batista de Miranda é acusada da morte de Fátima Santos de Oliveira, em quem, segundo as investigações, aplicou a substância metacril nas nádegas.

Mariana foi indiciada por homício doloso (quando há intenção de matar) e exercicio ilegal da medicina. Ela teve a prisão preventiva decretada pela Vara criminal de Queimados.

A carteira do curso feito pela acusada
A carteira do curso feito pela acusada Foto: Divulgação

A suspeita foi localizada em casa, no município de Mesquita, na Baixada Fluminense, após uma investigação que durou três meses. De acordo com o que foi apurado, Mariana — que é estudante de enfermagem, com o curso ainda em andamento — fazia bioplasticas utilizando substância de procedência ignorada.

Fátima passou pelo procedimento feito por Mariana em 16 de março deste ano e teve complicações, sendo internada no Hospital Federal do Andaraí, naquele bairro da Zona Norte do Rio. No dia 8 de abril, ela morreu em decorrência de choque séptico refratário, sepse cutânea e fascite necrotizante. Segundo a 55ª DP, os problemas foram uma consequência da injeção de metracril que ela havia recebido.

Os agentes na casa de Mariana, em Mesquita
Os agentes na casa de Mariana, em Mesquita Foto: Divulgação

De acordo com o Ministério Público, Mariana também prescreveu medicações à vítima depois de saber das complicações provocadas pela cirurgia. Para o MP, a acusada “assumiu o risco de matar ao realizar a aplicação da substância, mesmo sem possuir formação biomédica e, portanto, conhecimento técnico para a função”.

Ainda segundo a denúncia do MP, Mariana “exerceu a profissão de médica ilegalmente, sem registro profissional ou formação, aplicando silicone industrial em diversas pessoas, com o objetivo de obter lucro financeiro”.

fonte: extra


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*