Governador registra B.O. e polícia apura fake news sobre respiradores em ginásio

APARELHOS NO AECIM TOCANTINS

Governador registra BO e polícia apura fake news sobre respiradores em ginásio

Mayke ToscanoGovernador Mauro Mendes

Governador Mauro Mendes (DEM) quer saber que é o autor ou autores da informação de que o Governo havia deixado aparelhos para tratar Covid em ginásio

Ogovernador Mauro Mendes (DEM) registrou um boletim de ocorrência e a Polícia Civil vai investigar o autor da fake news, que espalhou informações mentirosas, sobre equipamentos que estão armazenados no Ginásio Aecim Tocantins.

Assim que identificada, essa pessoa irá responder criminalmente pelo fato, podendo inclusive ser presa. Também podem ser alvos da investigação quem compartilhou tanto o áudio como as fotos, como sendo de respiradores e monitores que estariam “escondidos”.PUBLICIDADE

No áudio, que foi acompanhado de fotos, o autor da fake news afirmou que há “mais de 200 macas, respiradores, tudo pronto para fazer um hospital de campanha e quem trouxe para cá [Ginásio Aecim Tocantins] foi o governador Mauro Mendes”.

“Não dá para permitir que pessoas prejudiquem o trabalho que é realizado pelo Governo no combate à pandemia, que mintam e espalhem as mentiras para os quatro cantos, sem serem penalizadas pelos seus atos. Não vamos permitir que isso aconteça de jeito nenhum”, destacou o governador Mauro Mendes.

No espaço, não há equipamentos como respiradores e monitores. Há somente camas hospitalares, colchões, mesa de alimentação, lixeiras, mesinha de cabeceira e carrinho de medicamentos, que foram comprados pelo Estado. Os equipamentos são destinados para aparelhar as unidades hospitalares do Estado, que passam por ampliações e modernizações, e também para novos leitos que tratarão pacientes covid-19, que estão em processo de abertura no interior do Estado.

Atendendo a logística realizada pelo Estado, os equipamentos são encaminhados para as unidades hospitalares a medida que os leitos ficam prontos.

fonte: rdnews


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*