Homem é ‘fuzilado’ e mulher degolada em Pontes e Lacerda

Os dois crimes, conforme a polícia, não têm ligação entre si, aparentemente. Uma pessoa foi presa por envolvimento no triplo homicídio.

Um homem foi morto com mais de 10 tiros quando chagava em casa, em Pontes e Lacerda (448 km a Oeste de Cuiabá), na noite desta sexta-feira (29). Algumas horas depois, na madrugada deste sábado (30), uma mulher foi degolada na mesma cidade.

Com essas duas mortes, o saldo de assassinatos no município sobe para 5 em menos de 24h. Ainda na madrugada de sexta-feira, três homens foram executados na frente de uma chácara, na BR-174.

De acordo com a Polícia Militar, os três casos, aparentemente, não têm ligação entre si. Uma pessoa foi presa por envolvimento no triplo homicídio.

Morto com 10 tiros

A vítima foi identificada como. Jhonata Chiste, de 29 anos. Ele foi morto com mais de 10 tiros ao chegar em casa com a família, no bairro Vila Guaporé, em Pontes e Lacerda. Ele chegou a ser socorrido e encaminhado para uma unidade de saúde, porém, não resistiu aos ferimentos e morreu.

Os atiradores estavam em uma motocicleta e fugiram em alta velocidade após ‘fuzilar’ a vítima.

Mulher degolada

O corpo da vítima, identificada apenas como Renata Aparecida, foi encontrado por moradores do Morada da Serra, também em Pontes e Lacerda.

A vítima estava com um grande corte no pescoço, casado por faca ou facão, conforme a Polícia Militar. Segundo apurado, a vítima seria usuária de drogas.

Triplo assassinato

As vítimas, Valdemir Araujo Prado, 20 anos , Alex Farias de Oliveira, 17 anos, e Fernando Magalhães, 20 anos, foram executadas na madrugada de sexta-feira (29). Eles foram levados para a zona rural do município e assassinados em frente a uma chácara, próximo a BR-174.

Ronaldo Alves Cordeiro, 30 anos, conhecido por Polaco, foi identificado como um dos autores do crime, que teria sido motivado por dívida de R$ 80 em drogas.

fonte: reportermt


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*