Homem se mata após ser acusado de estuprar a enteada de 12 anos

MULHER DENUNCIOU

Segundo a mulher, o marido obrigava a filha dela a fazer sexo oral. Ele também – de acordo com o boletim – tocava nas partes íntimas da menina.


Polícia Civil investiga o caso e avalia se o suicídio tem relação com a denúncia.

Polícia Civil investiga o caso e avalia se o suicídio tem relação com a denúncia.

Um homem, que não teve a identidade revelada, cometeu suicídio, na tarde de sábado (18), após ser acusado de estuprar a enteada de 12 anos, na cidade de Campo Verde, cerca de 134 km de Cuiabá.

De acordo com a Polícia Civil, o homem se enforcou na casa onde morava, no Bairro São Lourenço.

Ele foi acusado de estuprar a enteada pela esposa, que registrou o boletim de ocorrência na Polícia Militar.

Segundo a mulher, o marido obrigava a filha dela a fazer sexo oral. Ele também – de acordo com o boletim – tocava nas partes íntimas da menina.

A Polícia Civil informou que investiga o caso e disse que ainda é prematuro afirmar que o suicídio tenha relação direta com suspeita de estupro.

Outro caso

Em março deste ano, Fábio Junior Lucas Ferras, de 27 anos foi preso por policiais militares do município de Cocalinho (923 km de Cuiabá), acusado de ter estuprado a enteada de 6 anos. O crime foi descoberto após uma professora da criança denunciar o caso aos conselheiros tutelares.

O acusado foi detido em casa, que fica numa propriedade rural a cerca de 80 quilômetros da cidade. No local, uma conselheira que acompanhou os policiais conversou com a criança que confirmou que o seu padrasto a abusava sexualmente, dizendo que não era para contar a ninguém, caso contrário iria apanhar. 

fonte: reportermt


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*