Ibama identifica área de desmatamento e prende 8 durante operação em Mato Grosso

A área do desmatamento foi identificada através de satélite. Ação faz parte de operação do Ibama e da Força Nacional em municípios da região norte de Mato Grosso.

Ação foi realizada entre os municípios de Cláudia e Nova Santa Helena (Foto: TVCA/Reprodução)

Ação foi realizada entre os municípios de Cláudia e Nova Santa Helena (Foto: TVCA /Reprodução)

Oito homens foram presos em flagrante durante uma operação contra o desmatamento entre os municípios de Cláudia e Nova Santa Helena, a 608 km e 622 km de Cuiabá, respectivamente, na segunda-feira (23).

A ação faz parte de uma série de ações do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Renováveis (Ibama) e da Força Nacional na região norte de Mato Grosso.

A área do desmatamento foi identificada através de satélites. Os fiscais do Ibama chegaram ao local de helicóptero.

No local, as oito pessoas confessaram que estavam envolvidas no desmatamento e alegaram que haviam comprado a área de grileiros.

Todos foram levados para a sede da Polícia Federal. As ações da operação ainda devem continuar.

Ainda foram apreendidos dois carros, três motocicletas, quatro motosserras e uma motobomba, que serve para transferir água de um lugar para o outro.

Motoserras usadas foram apreendidas pelo Ibama (Foto: TVCA/Reprodução)

Motosserras usadas foram apreendidas pelo Ibama (Foto: TVCA/Reprodução)

Outras apreensões

Também em Claúdia, o Ibama apreendeu 43 toras de madeira ilegal. Segundo o órgão, foram apreendidas toras de castanha-do-brasil que estavam escondidas. O corte dessa espécie é proibida por lei.

Três empresas que estavam serrando madeiras foram notificadas.

Foi encontrada também madeira ilegal serrada e há indícios de que algumas dessas empresas embargadas estão envolvidas com a extração ilegal em áreas de reserva legal.


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*