Índia é suspeita de tentar sufocar recém-nascida por ser filha de pai que não é índio em MT; bebê está internado

Mãe e filha são indígenas da etnia xavante, da Aldeia Água Limpa. Indígena não teria interesse em ficar com a criança por ser filha de um ‘homem branco’.

Recém-nascida está internada no Hospital das Clínicas em Primavera do Leste (MT) (Foto: Google Maps/Reprodução)

Recém-nascida está internada no Hospital das Clínicas em Primavera do Leste (MT) (Foto: Google Maps/Reprodução)

Uma índia recém-nascida está internada no Hospital das Clínicas, em Primavera do Leste, a 239 km de Cuiabá, depois que foi sufocada pela mãe dela, de 25 anos. O caso foi descoberto depois que o Conselho Tutelar recebeu uma denúncia.

Mãe e filha são indígenas da etnia xavante, da Aldeia Água Limpa, em Santo Antônio do Leste, a 379 km de Cuiabá.

Segundo a Polícia Civil, a principal suspeita, com base na denúncia, é que a mãe não teria interesse em ficar com a criança, por ser filha de um ‘homem branco’ (não-indígena), e teria tentado sufocar o bebê.

A denúncia foi feita no dia 18 de junho. A investigação, por tentativa de homicídio, é conduzida pela Delegacia Regional de Primavera do Leste.

A denúncia foi encaminhada pelo Conselho Tutelar, e recebida, inicialmente, pela Delegacia de Polícia de Primavera do Leste de Delitos Gerais e Seção de Atendimento à Mulher, Idoso, Criança e Adolescente e LGBT.

No entanto, pelo fato da suspeita ser indígena, o caso será apurado pela Delegacia Regional.

Até o momento não foram realizadas prisões. O caso segue em investigação com depoimento de testemunhas.


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*