Janaina defende o pai e classifica governador como “ridículo” por envolver família em pré-campanha

A deputada estadual Janaina Riva (MDB) classifica como “ridícula” a postura do governador Pedro Taques (PSDB) que atacou o senador Wellington Fagundes (PR), pré-candidato ao governo, insinuando que o republicano pretende nomear seu pai, o ex-presidente da Assembleia José Riva, para secretário estadual de Fazenda. Segundo ele, o tucano baixa o nível ao envolver questões familiares no debate político.

JLSiqueira

 janaina riva deputada

Em 2014, Janaina foi eleita deputada com 48.171 votos, sendo a 2ª mais votada. Agora,  é pré-candidata a reeleição

Depois de se alternar entre a presidência e a primeira-secretaria da Assembleia por 20 anos, Riva deixou a vida pública em 2014. Enquadrado na Lei da Ficha Limpa, foi impedido pela Justiça Eleitoral de disputar o Palácio Paiaguás contra Taques.

“Acho ridículo. A partir do momento que o governador pede que não envolva sua família, que não jogue o nome na lama, ele usa meu laço familiar para tentar envolver meu pai no processo político que todo mundo sabe que está totalmente fora”, declara Janaina, que exerce a liderança da oposição na Assembleia.

Janaina se referiu aos primos do governador, Paulo Zamar Taques e Pedro Jorge Zamar Taques, presos por suposto envolvimento em esquema de corrupção no Detran. Questionado sobre o assunto, o chefe do Executivo afirmou que não permitirá que “joguem o nome da sua família na lama”.

Além disso, Janaina pontua que Taques foi machista ao apontar sua relação familiar com Wellington. Isso porque a deputada é namorada do empresário Diogenes Fagundes e portanto, nora do senador.

Acho que ele (Taques) está levando a eleição para um jogo tão baixo, tão rasteiro

Janaina Riva

“Também considero um tanto quanto machista, uma vez que ele tem que olhar para mim enquanto deputada e não como nora do Wellington. Eu fui eleita deputada de Mato Grosso antes de ser nora do Wellington e mesmo se já fosse, sou representante do povo escolhida nas urnas, completou.

Para Janaina, Taques está fazendo jogo “baixo e rasteiro” na pré-campanha pela reeleição. Por isso, ironiza a postura do governador.

“Acho que ele (Taques) está levando a eleição para um jogo tão baixo, tão rasteiro. Até fiz uma brincadeira na internet dizendo que ele tem uma paixão recolhida pelo meu pai que não consegue esquecer. Como político, meu pai encerrou a carreira e não há mais o que se falar da participação dele”, concluiu.

Em 2014, Janaina foi eleita deputada estadual com 48.171 votos, sendo a segunda mais votada. Agora, aos 29 anos, é pré-candidata a reeleição e pretende ampliar a votação já que se destacou justamente por fazer oposição sistemática a Taques.

fonte: rdnews


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*