Janaína Riva diz que vai processar prefeita cassada de Juara por acusações contra sua família

A deputada estadual Janaína Riva (MDB), filha do ex-deputado José Riva, disse que vai processar a prefeita cassada de Juara, Luciane Bezerra, por falsa acusação ao atribuir, segundo Janaína, à família Riva “uma fantástica e imaginária estória de tramoia para tirá-la da administração da cidade”. A reclamação da deputada se dá por entrevistas de Luciane, inclusive ao Só Notícias, dizendo que sua cassação foi um ato político orquestrado pelas famílias Riva e Piovesan.

Pelas redes sociais, Janaína disse que Luciane “brinca com a cara do povo e menospreza a inteligência dos vereadores de Juara”, já que passou por um processo investigatório com sete denúncias. A deputada acrescentou que sempre tentou manter um bom relacionamento institucional com a prefeita para “o bem de Juara”, mas que, diante das últimas declarações, resolveu expor o caso e entrar com o processo.

“Não é a primeira vez que eu e minha família somos atacados por essa senhora com declarações esdrúxulas, querendo desviar o motivo real de sua cassação: a corrupção. Talvez por ter chegado ao poder justamente com o discurso de combate à corrupção, seja difícil aceitar que hoje, aquilo que ela tanto defendeu, que corruptos pagassem por seus crimes, seja a arma do povo contra ela mesma”, acrescentou.

Em entrevista anterior ao Só Notícias, Luciane Bezerra disse que vai recorrer na justiça para tentar anular a sessão extraordinária na qual os vereadores aprovaram o pedido de cassação do mandato dela por meio de uma Comissão Processante (CP). Segundo ela, o processo foi político e houve “tramoia” de dois grandes grupos políticos.

“Isso têm dificultado governar o município. A família Piovesan e Riva. Esses são os adversários e fortes financeiramente. Acredito que o município está perdendo muito com tudo isso. Lamento muito, mas não vamos abaixar a cabeça e provarei que não cometi esses crimes. Se for para ser penalizada que seja pela justiça”, declarou.

Em todas as denúncias apresentadas pela Comissão Processante (CP), os vereadores Valdir Leandro Cavichioli, Helio Francisco Castão, Salvador Pizzolio, Eraldo Francisco Alves e Sebastião Pereira votaram favoráveis.

As denúncias apresentadas foram de não atendimento, no prazo estipulado, às solicitações dos vereadores da câmara de Juara e do Ministério Público, realizadas por ofícios ou requerimentos. Não observância da lei de dispensa indevida de licitação (posteriormente cancelada), envolvendo uma empresa de eventos e fotografias.

Também foi aprovada a denúncia de dispensa de licitação para contratação de empresa para prestação de serviços de coleta resíduos sólidos urbanos e serviços de limpeza urbana em atendimento a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos, da empresa Cosmotron, Construtora, Saneamento e Tecnologia LTDA (Cosmotron).

Denúncia de desvio de dinheiro de dinheiro público no valor de R$ 130 mil, pagos por meio de nota de empenho. Além de simulação e fraude na tomada de preços e no contrato envolvendo uma empresa na reforma da Escola Municipal Francisco Sampaio do Distrito da Paranorte.

José Riva começou sua carreira política em Juara. Ex-presidente da Assembleia, ele foi condenado há 26 anos de prisão por peculato e associação criminosa na Operação Imperador.

fonte: sonoticias


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*