Justiça bloqueia barcos e helicóptero de empresário por dívida com 1ª dama

Antenor Santos Alves não pagou Virgínia Mendes pela compra de uma rede de lojas de confecções.

Primeira-dama do Estado, Virgínia Mendes tenta receber valor referente à venda de rede de lojas.

A juíza Vandymara Galvão Ramos Paiva Zanolo, da Quarta Vara Cível de Cuiabá, mandou penhorar dois barcos e um helicóptero em nome de Antenor Santos Alves Júnior e da empresa Lenda Turismo Agência de Viagens e Turismo Ltda para quitar dívida com a primeira-dama do Estado, Virgínia Mendes, no valor de R$ 110 mil. A decisão é do dia 28 de junho. 

O dinheiro se refere à compra de uma rede de lojas de roupas, a Novitá Confecções, que o empresário adquiriu da primeira-dama. No entanto, de acordo com o processo, ele pagou apenas dois, dos cinco cheques que envolviam a transação comercial.

“Expeça-se mandado de penhora, avaliação e remoção dos bens semoventes e de cultivo, nos endereços indicados, bem como dos bens móveis indicados, quais sejam: – Barco Eldorado Pantaneiro, Barco Hotel Lenda do Pantanal e o Helicóptero Modelo Bell Jet Ranger 206b”, detalhou a magistrada em sua decisão.

Consta na decisão que a Capitania dos Portos, o Tribunal Marítimo e a Agência Nacional de Aviação Civil foram notificados a respeito da penhora dos bens, para que ocorresse a restrição dos barcos e da aeronave.

fonte: reportermt


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*