Mauro faz sociedade com a Bolívia e assina contrato para retomar fornecimento de gás

MATRIZ ENERGÉTICA

O governador afirma o abastecimento será de 1 milhão de m³ de gás, mas o fornecimento será ampliando e poderá chegar 7 milhões de m³ nos próximos anos.

O contrato pra retomada do gás natural foi assinado nesta quinta-feira (26) na Bolívia.

O governador Mauro Mendes (DEM) assinou contrato com a empresa pública boliviana (Yacimientos Petrolíferos Fiscales Boliviano), nesta quinta-feira (26), para retomada do fornecimento de gás natural para Mato Grosso.

Segundo o governador, o abastecimento da matriz energética no Estado será importante para o crescimento industrial e para o desenvolvimento de outros mercados.
Ele comenta que o contrato tem a médio-prazo a perspectiva de 1 milhão de m³ que será utilizado, no primeiro momento, para abastecimento de veículos e pelas indústrias próximas a Cuiabá.

O contrato tem a médio-prazo a perspectiva de 1 milhão de m³ que será utilizado, no primeiro momento, para abastecimento de veículos e pelas indústrias próximas a Cuiabá.

“No segundo momento, com outras parcerias que nós queremos fazer com a YPFB, levar esse gás a outras regiões do Estado de Mato Grosso ampliando ainda mais este consumo que poderá chegar, nos próximos anos, a quatro ou sete milhões de m³ de acordo com a demanda que já existe dentro do nosso Estado e com outras perspectivas de crescimento industrial que poderão ter também na matriz do gás, uma fonte importante para o desenvolvimento”, disse o governador em conversa com a imprensa após a assinatura do contrato.

Mauro destacou que o mercado de gás boliviano foi aberto no Brasil, após o governo brasileiro ter desregulamentado algumas atividades da Petrobrás o que criou uma maior competitividade de mercado.

Além do fornecimento de gás, o governador disse que assinou um acordo entre a empresa pública do Estado, a Companhia Mato-Grossense de Gás (MT Gás), com a YPFB para criação de uma empresa conjunta.

“Além de assinar um contrato firme de fornecimento de gás, assinamos um acordo para o desenvolvimento de uma parceria que será feita entre a MT Gás e YPFB, iremos criar uma empresa conjunta, seremos sócios, para o desenvolvimento de outros mercados o GLP, não só o GNL e outras atividades ligadas aos interesses de Mato Grosso nesse segmento e principalmente da YPFB com os mercados brasileiros”, destacou.

fonte: reportermt


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*