Mauro fez negociações na China e volta dia 10 com decisão sobre pré-candidatura ao Governo de MT

O ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes (DEM), que desembarcou na China no último domingo (3), deve retornar ao Brasil no próximo dia 10 com a decisão tomada sobre sua possível pré-candidatura a governador. A resposta positiva aos correligionários depende do sucesso nas negociações com os empresas chinesas.

Reprodução

Ex-prefeito Mauro Mendes com a filha Ana Carolinne e a ex-primeira dama Virg�nia Mendes na China

Post tem ex-prefeito Mauro Mendes com a filha Ana Carolinne e a ex-primeira dama Virgínia Mendes na China

Isso porque as empresas de Mauro, reunidas no Grupo Bipar, estão em recuperação judicial, o que está adiando a decisão sobre ingressar na disputa pelo Governo do Estado. Como parte das dívidas e dos contratos em execução são com chineses, o êxito nas negociações alivia sua situação financeira e abre caminho para a pré-candidatura a governador.

“O Mauro está na China negociando. Volta no dia 10 e deve ter a resposta que todos esperaram. A data coincide com o prazo que ele pediu para o partido. Então, não há motivo para irritação”, afirma liderança política próxima do ex-prefeito.

Ocorre que viagem e a demora para definição irritou parte das lideranças partidárias do DEM. Na tarde de ontem (4), os membros da sigla se reuniram com o presidente regional, deputado federal Fabio Garcia, que pela proximidade com Mauro, precisou contornar a situação, apaziguar os ânimos e dar explicações.

O DEM também aguarda a conclusão da pesquisa que está realizada com objetivo de definir o pré-candidato a governador a partir da aceitação do eleitorado aos nomes apresentados. Além de Mauro, fazem parte do levantamento Jayme Campos, Júlio Campos e Fabio.

O mais lembrado deve ser pré-candidato a governador enquanto o segundo colocado disputará o Senado. O presidente da Assembleia, Eduardo Botelho, pediu para que seu nome fosse retirado da pesquisa já que não abre mão de disputar a reeleição.


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*