Médico que trabalhou na implantação da Caravana da Transformação disputará Câmara Federal

 

Médico que trabalhou na implantação da Caravana da Transformação disputará Câmara Federal

Exercendo a medicina desde 2005, o médico de família Werley Silva Peres, que tem trabalhos prestados como secretário de Saúde tanto no município de Cuiabá quanto no Estado de Mato Grosso, colocou o seu nome à disposição para disputar o cargo de deputado federal pelo PPS nas eleições de outubro.

Sem o perfil político e defendendo bandeiras como educação e saúde, o médico, que inclusive foi candidato a vereador de Cuiabá no ano de 2012, ocasião em que ficou na suplência com mais de 2 mil votos, acredita que poderá ajudar mais as pessoas como deputado do que como médico e afirma que a população mato-grossense atualmente não se sente representada no Congresso Nacional.

“Eu sou por opção médico, mas chega a um ponto que a medicina me limita. Eu posso até ajudar um grupo de pessoas que eu acompanho, mas quando a pessoa trabalha de uma forma coletiva, ai entra um parlamentar, ela pode fazer coisas que impactam na vida de milhares e até milhões de pessoa. Não me sinto representado pelo atual legislativo e acredito que assim como eu deve ter um terço da população que se sente assim”, disse o médico, que também é o segundo vice-presidente do PPS, partido liderado pelo ex-secretário de educação Marco Marrafon.

Dentre as propostas do ex-secretário estão a luta pelo aumento de recursos na saúde e a simplificação da forma como é gerido o setor, que vem sendo nos últimos 20 anos um grande problema em todo o país.

“O Brasil é um dos países que menos investe na saúde. Não chega a 4% do PIB, enquanto o Chile chega a quase 8%. Em nenhum país do mundo você tem uma saúde de qualidade com investimento baixo. O Brasil investe mal e pouco, investe mais na atenção terciária do que na atenção básica. A minha proposta é defender o aumento para no mínimo 8% do PIB no investimento para a Saúde. O ideal é que fossem 10%”, explicou o pré-candidato.

Caravana da Transfoemação 

Atuando como secretário-adjunto de Serviços de Saúde, da Secretaria de Estado de Saúde, no período de 2015 a 2017, Peres foi um dos idealizadores dos trabalhos médicos de oftalmologia que acontecem nas edições da Caravana da Transformação, no atual governo.

“Eu estava como adjunto, estive em Campo Grande e de lá trouxemos o modelo da Caravana para cá. Acho que as boas idéias não podem ser ignoradas e têm que ser replicadas e melhoradas. Nós implantamos o projeto e junto com o José Arlindo, que hoje ainda está lá, trouxemos este projeto e eu tive o prazer de escrever e executá-lo”, recordou.

fonte: olhar direto


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*