Motorista perde as duas pernas após batida entre carretas em estrada de Mineradora

O acidente aconteceu durante o dia enquanto os funcionários das duas empresas trabalhavam numa estrada dentro da mineradora na sexta-feira (04).

F.J.X., ficou gravemente ferido no acidente e perdeu as duas pernas.

O motorista da carreta Scania da mineradora Britaguia, identificado pelas iniciais F.J.X., 34 anos, perdeu as duas pernas após bater contra uma carreta Mercedes 1933, da Amazon Ekos, conduzida pelo motorista identificado por J.S., 41 anos.

O acidente aconteceu durante o dia enquanto os funcionários das duas empresas trabalhavam numa estrada dentro da mineradora na sexta-feira (04).

Uma equipe do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) foi acionado para prestar atendimento de primeiros socorros às vítimas que foram encaminhadas ao Pronto Socorro Municipal (PSM).

J.S., que teve apenas ferimentos leves, foi atendido e liberado em seguida.

 F.J.X., que ficou gravemente ferido no acidente, perdeu as duas pernas e segue internado no PSM.

Informações preliminares apontam que a vítima estava sem cinto de segurança durante a batida contra a outra carreta, quando foi arremessada e um caminhão passou por cima de suas pernas.

Vídeos gravados por populares que estavam no local no momento do acidente e que começou a circular nesta segunda-feira (07) nas redes sociais e grupos de whatsapp mostram a gravidade do acidente.

F.J.X. está deitado no chão se contorcendo de dor enquanto pede para ficar de pé ainda sem noção de que suas pernas ficaram completamente trituradas. Os companheiros de trabalho tentam tranquilizar a vítima que está descontrolada.

A Polícia Civil por meio da Delegacia de Delitos de Trânsito (Deletran) ,responsável por investigar o acidente, informou que colheu as imagens da via no momento do acidente para analisar os fatos e responsabilizar o culpado.

O  entrou em contado com a mineradora Britaguia que não quis comentar sobre o caso e disse que só vai se posicionar após uma reunião da comissão interna de prevenção de acidentes (CIPA).


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*