OMS registra mais de 30 mil mortos por coronavírus, um terço na Europa

Nas últimas 24 horas, houve 3.417 novas mortes e 68.734 infecções em todo o mundo


AF Agência France-Press

Paris, França -O novo coronavírus já causou pelo menos 30.003 mortes em todo o mundo desde dezembro, de acordo com um balanço da AFP com base em fontes oficiais até as 19h GMT deste sábado (28/3). 
Continua depois da publicidade

Desde o início da epidemia, mais de 640.770 casos de contágio foram registrados em 183 países ou territórios. O número de casos positivos diagnosticados, no entanto, reflete apenas uma parte do número total de infecções devido às diferentes políticas dos diferentes países para diagnosticar os casos. Alguns testam somente pessoas que precisam de hospitalização. 
Nas últimas 24 horas, houve 3.417 novas mortes e 68.734 infecções em todo o mundo. Neste mesmo período, os países que registraram mais mortes foram a Itália, com 889 novas mortes, Espanha (832) e Estados Unidos (453).
O número de mortos na Itália, que registrou sua primeira morte ligada ao vírus no final de fevereiro, é de 10.023. O país já registrou 92.472 infecções. Desde sexta, 889 mortes e 5.974 novas infecções foram registradas. Autoridades italianas consideram que 12.384 pessoas foram curadas.
Depois da Itália, os países mais afetados são Espanha com 5.690 mortes e 72.248 casos; China continental com 3.295 mortes (81.394 casos); Irã, com 2.517 mortes (35.408 casos); e França, com 2.314 mortes (37.575 casos).
A China continental (sem contar Hong Kong e Macau), onde a epidemia eclodiu no final de dezembro, registra um total de 81.394 pessoas infectadas, das quais 3.295 morreram e 74.971 ficaram completamente curadas. Nas últimas 24 horas, foram registrados 54 novos casos e três mortes.

Os Estados Unidos são o país com mais infectados, 115.547, dos quais 1.891 mortos e 921 curados.
Nas últimas 24 horas, Brunei, Togo, Catar, Sri Lanka e Jordânia anunciaram as primeiras mortes pela doença.
Este balanço foi feito com base nos dados das autoridades nacionais compiladas pelos escritórios da AFP e com informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*