Polícia busca criminosos que tentaram assaltar Banco do Brasil em Brasnorte; sete ainda podem estar em agência

Foto: Reprodução

Polícia busca criminosos que tentaram assaltar Banco do Brasil; sete ainda podem estar em agência

09h05 – Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Militar, o quarteirão do banco continua cercado pelas forças de segurança. Isso porque, segundo o levantamento preliminar, seriam pelo menos nove bandidos participando do crime. Até agora, está confirmada a prisão de dois deles.

Como há a possibilidade que os outros estejam dentro da agência ou em comércios nos arredores, está sendo feita uma varredura na tentativa de localizá-los.

08h30 – Uma agência do Banco do Brasil, localizada na cidade de Brasnorte (575 quilômetros de Cuiabá), foi alvo de criminosos na madrugada desta segunda-feira (06). A Polícia Militar foi acionada pela segurança do banco e conseguiu cercar o local. Segundo a Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), dois bandidos foram presos durante a tentativa de furto.

“A empresa que faz o monitoramento da agência percebeu uma alteração no alarme e acionou a Polícia Militar. Quando chegaram, os PMs conseguiram prender dois criminosos nas imediações do banco. Eles não conseguiram chegar ao cofre e também não houve explosão como estão espalhando pelas redes sociais”, explicou ao Olhar Direto o delegado titular da GCCO, Diogo Santana.

Ainda conforme o delegado, os policiais fizeram o cerca a agência e também uma varredura no local, com o objetivo de tentar encontrar outros bandidos. A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) é aguardada para realizar os trabalhos no local.

Os nomes dos criminosos ainda não foram divulgados. Equipes ainda estão em diligências pela cidade e região. Para a ocorrência, chegaram a ser acionados militares da Força Tática, Batalhão de Operações Especiais (Bope) e também integrantes do Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (Garra).

fonte: olhar direto


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*