Policial Militar de Mato Grosso é preso após atirar e matar jovem dentro de festa em Jaru, RO

Por G1 Ariquemes e Vale do Jamari

Crime aconteceu por volta das 5h deste domingo (30) dentro de clube social em Jaru.  — Foto: Jaru Online/Reprodução

Crime aconteceu por volta das 5h deste domingo (30) dentro de clube social em Jaru. — Foto: Jaru Online/Reprodução

Um jovem de 19 anos morreu após ser atingido por disparos de arma de fogo na madrugada deste domingo (30) durante uma festa dentro de um clube social, localizado na Rua Florianópolis, no Setor 3, em Jaru (RO), município a cerca de 290 quilômetros de Porto Velho.

Segundo a Polícia Militar (PM), um policial militar de 26 anos, lotado no quartel de Várzea Grande (MT), foi preso em flagrante depois de fugir do local em um automóvel. O policial e a vítima tiveram uma discussão no evento e no momento que o militar deixava a festa, a vítima e outros dois amigos foram até ele, que sacou uma arma e efetuou os disparos.

Consta no boletim de ocorrência que uma guarnição policial foi informada sobre disparos de arma de fogo dentro de uma festa no clube social. No local, testemunhas disseram que a vítima havia sido socorrida por um bombeiro civil até o Hospital Municipal de Jaru.

Disparos efetuados pelo policial chegaram a atingir veículos que estavam no estacionamento  — Foto: Jaru Online/Reprodução

Disparos efetuados pelo policial chegaram a atingir veículos que estavam no estacionamento — Foto: Jaru Online/Reprodução

Mas ao chegar na unidade hospital, o médico de plantão revelou que a vítima não resistiu aos ferimentos e passou as características do suspeito em efetuar os disparos. A PM iniciou as buscas e conseguiu encontrar o carro do infrator entre as ruas Rio Branco e Tapajós, no Setor 3.

Durante a abordagem, o homem saiu do carro e se identificou como policial militar, pertencente ao efetivo de Várzea Grande (MT), e confessou ser o autor dos disparos. Ele ainda entregou uma pistola calibre 380 e dois carregadores, contendo 25 munições, mas não apresentou o registro da arma.

O policial foi encaminhado até a Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) de Jaru. Ao ser questionado, ele disse que se encontrava de férias e viajou até Theobroma (RO) para visitar alguns familiares, mas decidiu ir até Jaru, cerca de 31 quilômetros, para ir na festa que acontecia no clube.

No local, o militar reencontrou uma amiga e eles começaram a conversar, até que o jovem se aproximou dos dois, começou insultar o policial e ambos entraram em discussão. Mas pouco depois, os seguranças do evento interviram na discussão e a briga foi encerrada.

Militar fugiu do local em carro após os disparos, mas foi encontrado e preso momentos depois pela PM — Foto: Jaru Online/Reprodução

Militar fugiu do local em carro após os disparos, mas foi encontrado e preso momentos depois pela PM — Foto: Jaru Online/Reprodução

Conforme o policial, ele caminhou sentido ao estacionamento para ir embora da festa quando o jovem e outros dois amigos foram na direção dele. Então, ele sacou uma arma de fogo e pediu para que o trio se afastasse.

Ainda assim, os jovens continuaram a se aproximar do policial e ele efetuou cerca de cinco disparos na direção do jovens, onde um dos disparos atingiu a vítima de 19 anos que caiu no local. Outros tiros acertaram uma moto e o pneu do ônibus da banda que se apresentava no evento. O militar correu até o carro e fugiu do local.

G1 tentou entrar em contato com a Polícia Civil de Jaru para saber o local em que o policial militar foi levado e como se procederá o inquérito para investigar o homicídio, mas as ligações não foram atendidas até a publicação deste material.


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*