Professora Lyssa cria canal e rede social passa de vilã a aliada dos estudos

Lyssa Gon�alves Instagram

Professora Lyssa criou Pop Quiz para testar o domínio da língua

A professora Lyssa Gonçalves Costa, 27 anos, criou um canal no Instagram @lyssagon para ajudar os alunos, amigos e seguidores a tirar dúvidas sobre a Língua Portuguesa. Considerado complexo, o Português é cheio de regras e tem palavras parecidas, às vezes até iguais, mas que podem trazer significados totalmente diferentes.

Até os especialistas em Língua Portuguesa, às vezes, têm dúvidas. Entre os estudantes e pessoas que escrevem esporadicamente, as dúvidas mais frequentes são no uso de S, SS e Ç, plurais, uso de vírgulas e de hífen e concordância, entre outros temas abordados pela professora no canal.

Nessa brincadeira de tirar dúvidas, que faz parte da rotina em sala de aula, de forma despretenciosa, o canal alcançou, em pouco tempo, mais de 1 mil seguidores. E desde que adequou a mídia a conteúdos de interesse de alunos, estudiosos e profissionais que estão se preparando para concursos, recebe diariamente novos seguidores.

Ela também criou o “Pop Quiz” que funciona como uma brincadeira e ajuda a testar o nível de conhecimento do idioma. “Como no instagram há o recurso de enquetes, aproveito para fazer testes rápidos para que possam testar o conhecimento”, avalia.

Às vezes, ela fala sobre ortografia de algumas palavras que são facilmente confundidas, outras de conjugações gramaticais e também já tratou da reforma ortográfica, diminutivo e outros conteúdos. “O interessante é que a Língua Portuguesa é riquíssima, então tenho uma fonte quase que infinita de dúvidas que ainda podem ser sanadas”, finaliza.

“Nós vamos testando, vendo a aceitação, buscando novos métodos e abordagens, assim como fazemos em sala de aula. No final, o que queremos é o mesmo que buscamos em sala, que o que ensinamos seja significativo ao aluno”, conta Lyssa.

No canal, ela também faz ponderações, por considerar que a internet é uma fonte de recursos infindável, mas não tem filtro. “Não estaremos sempre com nossos alunos, então eles precisam saber diferenciar o que é proveitoso do que não é”, comenta.

Meio virtual

A professora, que adora o meio virtual, mesmo em suas aulas de português ou de inglês, busca integrar de tudo um pouco, desde charges a memes ou vídeos. Isso, porque acredita que os professores desta geração têm a vantagem de contar com um “banco de recursos” muito vasto, o que lhes diferencia dos professores que davam aulas até a década de 90. Naquela época, era preciso recortar figuras de revistas ou gravar músicas em fita cassete para usar em sala. “É preciso se adequar. A globalização é uma realidade, não tem como voltarmos no tempo”, observa.

Reprodução

Lyssa Gon�alves Instagram

Plural dos diminutivos no tira-dúvidas com a professora Lyssa

Se por algum momento, a internet foi vista como vilã na hora de estudar, a partir deste raciocínio ela pode ser aliada. A proposta do canal é que seus seguidores tirem dúvidas e que, após a dúvida sanada, possam ter mais segurança. “Tem o uso do internetês. Não tenho nada contra essa linguagem, mas é importante saber a ortografia correta de algumas palavras”, ressalta.

Todas as dicas de português são de uso cotidiano. Não tem o que ela define como decoreba. “É imprescindível fazer a conciliação entre as mídias sociais e os livros e isso já é uma realidade há algum tempo. O mais interessante é que isso não partiu necessariamente da escola, mas dos próprios leitores. Por isso, digo que os professores precisam encontrar seu espaço nessa globalização”, defende.

 Métodos diferenciados

Lyssa reforça que, como o objetivo do canal é ensinar algo de forma que não se torne maçante, o feedback tem sido bastante positivo. Muitos alunos indicam o perfil para amigos que são concurseiros, assim, o público amplia cada vez mais. Ela pretende fazer uma live como um “tira dúvidas”. Desta forma, além de uma dinâmica maior também pode propor conteúdos mais extensos do que pequenos vídeos que publica no Instagram e seus stories.

O diferencial desta ferramenta está na agilidade. A professora explica que, com o advento da internet, para que as pessoas possam dar atenção a algo, a mensagem precisa ser curta, direta e chamativa. “Por um lado, essa rapidez é positiva. Por outro, pode acarretar em certas dificuldades de concentração ou até de discernimento”, alerta.

Quem quiser conhecer o trabalho da professora, basta segui-la no instagram @lyssagon e acompanhar as dicas.

Instagram

Maior parte das pessoas fazem uso das redes sociais com freqüência, principalmente os mais jovens. Canais de entretenimento, tutoriais e videoaulas têm recordes de acesso no Youtube. Algumas vezes, fan pages no Facebook chamam a atenção de seguidores. Entre todos, o Instagram tem sido uma das redes mais populares para quem deseja informação rápida e direcionada.

O Instagram disponibiliza além de vídeos, fotos e hashtags para facilitar a pesquisa. De forma dinâmica, a live, realiza uma “chamada de vídeo” com vários internautas ao mesmo tempo. O storie grava vídeos de até 10 segundos e permanece por 24h nos destaques. Agora, até uma tv a rede disponibiliza, reunindo todas as grandes mídias em um único site.

Galeria de Fotos

Credito: Reprodução
Presidente da Associação de Professores de Língua Inglesa de MT, Lyssa representa categoria em evento

Credito: Reprodução
Pop Quiz estimula brincadeira de erros e acertos

Credito: Reprodução
Canal dá resposta certa para o plural de diminutivos

Credito: Reprodução
Outra dica do canal: diminutivos

Credito: Reprodução
Canal pergunta qual é a maior palavra da língua portuguesa

Credito: Reprodução
Lyssa dá dicas sobre o plural de palavras compostas

Credito: Reprodução
Professora Lyssa em gravação no estúdio
fonte: rdnews


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*