Quadrilha é presa após roubo milionário em transportadora

OPERAÇÃO TNT

De acordo com as investigações, os criminosos selecionaram a carga que levariam, escolhendo apenas celulares, notebooks e outros eletrônicos de alto valor comercial.

A Polícia Judiciária Civil deflagrou na manhã desta terça-feira (17) a “Operação TNT” para cumprimento de 33 ordens judiciais, sendo 21 mandados de prisão temporária e 12 mandados de busca e apreensão, nas cidades de Cuiabá e Várzea Grande. As investigações são da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf), que apura a ação de uma organização criminosa que age em roubos de cargas de transportadoras.

“As investigações duraram quatro meses e identificaram todos os criminosos que agiram no assalto. Restou apurado que o crime foi organizado por presidiários em conjunto com comparsas que atuavam na linha de frente para perpetrar o delito”, explica o delegado Eduardo Rizzoto de Carvalho.

O ponto inicial da investigação foi o roubo praticado no dia 12 de fevereiro de 2018, contra a Transportadora TNT Mercúrio Cargas e Encomendas Expressas S/A. Na ocasião, mais de 15 criminosos invadiram o estabelecimento, durante a madrugada, renderam os funcionários e subtraíram dois caminhões carregados de mercadorias, além de um veículo Fiat Pálio pertencente a um dos funcionários.

A carga subtraída é avaliada em mais de R$ 1,3 milhão. De acordo com as investigações, os criminosos selecionaram a carga que levariam, escolhendo apenas  celulares, notebooks e outros eletrônicos de alto valor comercial.

No inquérito policial, funcionários relataram que os criminosos eram extremamente violentos e estavam, quase todos eles, portando armas de fogo (pistolas e armas longas), além de estarem com os rostos cobertos.

“As investigações duraram quatro meses e identificaram todos os criminosos que agiram no assalto. Restou apurado que o crime foi organizado por presidiários em conjunto com comparsas que atuavam na linha de frente para perpetrar o delito”, explica o delegado Eduardo Rizzoto de Carvalho.

Durante as investigações, parte dos objetos roubados foi recuperado. Os criminosos respondem por roubo majorado e associação criminosa armada.

Participam da operação policiais da Derf Cuiabá, com apoio de policiais da Gerência de Operações Especiais (GOE) e Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO).

Até o momento, foram cumpridos 19 mandados de prisão temporária, restando dois para cumprimento. Os presos foram conduzidos para a Derf Cuiabá onde passarão por interrogatório. Na delegacia também estão sendo realizados procedimentos de flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo, em razão de buscas e apreensões realizados nos endereços alvos dos mandados.

fonte: reportermt


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*