Salles: ‘Taques paga preço por mudar forma de fazer política’

Declarações do ex-governador são em referência aos partidos que eram aliados do governador Pedro Taques e que agora compõem chapa adversária.

O ex-governador de Mato Grosso, Rogério Salles (PSDB), avalia que a chapa que representa a candidatura de Mauro Mendes (DEM), ao Governo do Estado, formada por ex-aliados do governador Pedro Taques (PSDB) é o reflexo da escolha do tucano em não fazer uma gestão politizada.

“O Pedro optou por fazer um Governo não fazendo muita política. Agora, na hora de definir a coligação, isso pesa e é o preço que se paga pela opção de não fazer um Governo político”, avaliou Rogério Salles ao chegar no Hotel Fazenda Mato Grosso, onde ocorre a convenção do PSDB, neste domingo (05).

“O Pedro optou por fazer um Governo não fazendo muita política. Agora, na hora de definir a coligação, isso pesa e é o preço que se paga pela opção de não fazer um Governo político”, avaliou Rogério Salles.

O tucano ainda afirmou que os partidos que representam a chapa de Mendes e que ajudaram a eleger Taques, em 2014, foram os que mais desfrutaram do atual Governo.

“Na realidade a oposição é uma dissidência do Governo que está lá. É o pessoal que mais desfrutou do Governo e hoje está na chapa alternativa,mas mudanças na forma de fazer política têm um preço” .

O ex-governador ainda comentou que espera que essa mudança dê certo e que Pedro Taques seja reeleito.

Rogério Salles ressaltou que não irá disputar nenhum cargo e deve atuar apenas no apoio à candidatura, sem assumir o papel de coordenação política.

fonte: reportermt


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*