Secretaria de Estado de Saúde de MT confirma 11 mortes por influenza em MT; 3 em Nova Mutum

LEVANTAMENTO

Os óbitos foram confirmados em Cuiabá, Mutum, Sorriso, Tangará da Serra e Várzea Grande

Onze mortes por influenza já foram confirmadas em Mato Grosso este ano, sendo que o maior índice foi registrado em Várzea Grande. Além disso, outros 11 casos suspeitos de óbitos estão em investigação e 63 mortes por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) estão sendo investigados. Secretaria de Estado de Saúde (SES) alerta para sintomas, cuidados com a transmissão da doença e prevenção.

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela SES, nesta quinta-feira (19), as mortes incluem as causadas pelas influenzas H1N1, H3N2, B e A não subtipado. Os óbitos foram confirmados em Cuiabá (2), Nova Mutum (3), Sorriso (1), Tangará da Serra (1) e Várzea Grande (4).

O informe também enfatiza que, em 2018, no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) Influenza Web, foram notificados 339 casos por SRAG em Mato Grosso, sendo 54 (15,9%) com resultados positivos para influenza A e B.

No documento há ainda destaque para a zonalidade que começou no estado com a circulação do vírus Influenza A H3N2 e na sequência foi constatado o aumento na circulação do vírus da Influenza A H1N1 pdm9, o mesmo da pandemia registrada em 2009.

Com objetivo de conter o avanço do vírus, o Ministério da Saúde realizou este ano a campanha nacional de vacinação contra a gripe, que compreendeu o período de 23 de maio a 22 junho. A intenção era imunizar 90% do grupo prioritário. Mato Grosso superou a meta, alcançando 94%. Cuidados

A Vigilância

Epidemiológica recomenda à população que tenha cuidados básicos como lavar as mãos com frequência, em especial antes de se alimentar e depois de tossir ou espirrar.

Um indivíduo infectado pode transmitir o vírus no período compreendido entre 2 dias antes do início dos sintomas até 5 dias após os mesmos.

Texto: Elayne Mendes, repórter de A Gazeta – fonte: portal sorriso mt


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*