Setor agropecuário prevê faturamento de R$670 bilhões em 2020

“Não faltará carne no mercado brasileiro”, diz CNA

Por Pedro Peduzzi – Repórter da Agência Brasil  Brasília

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) prevê uma alta de 9,8% na receita do setor em 2020, na comparação com 2019. A expectativa é que o Valor Bruto de Produção (VBP), índice que mede a receita “dentro da porteira”, totalize cerca de R$669,7 bilhões. Para o Produto Interno Bruto (PIB) do setor a previsão é de um crescimento de 3% em 2020.

De acordo com a entidade, o carro-chefe do faturamento será a agropecuária, com previsão de crescimento de 14,1%, equivalente a R$ 265,8 bilhões. Na avaliação da CNA, a perspectiva de aumento da produção fará com que 2020 seja considerado “o ano do setor”.

No caso da carne bovina, a expectativa é de expansão de 22,2% no VBP, atingindo receita de R$129,1 bilhões. Já para os suínos, espera-se aumento de 9,8% do VPB. A pecuária de leite deverá crescer 7,5% o VPB; e o frango, 7,1%.

De acordo com o superintendente técnico da CNA, Bruno Lucci, “o produtor [de carne] vai reagir, estimulado pelo preço, e investirá em tecnologia pare ganhar em escala”. Segundo ele, com isso, “não faltará carne no mercado brasileiro”.

Em 2020, o VBP da gricultura deverá crescer 7,2%, alcançando R$403 bilhões. O principal destaque ficará com a soja,com previsão de alta de 14,1%, encerrando o ano agrícola (que vai de agosto a julho) com um lucro de R$ 165,2 bilhões. Este aumento é atribuido ao aumento dos preços e da produção, informa a CNA.

Ao apresentar o balanço de previsões, o presidente da CNA, João Martins, informou que a entidade está preocupada com as desigualdades sociais observadas no setor. “Menos de 10% dos agricultores detêm 84% da renda do setor. Isso mostra que poucos estão se beneficiando da pungência do setor”, alertou.

Para diminuir essa distorção, a CNA pretende facilitar o acesso à assistência técnicas a esses produtores. A expectativa é que esta medida resulte na “criação de uma nova classe média no setor”.


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*