Suspeito de integrar rede para troca de pornografia infantil é preso no RJ

Homem compartilhava material na internet; ação da PF acontece dois meses após megaoperação que prendeu mais de cem pessoas

por Rayssa Motta, do R7*

Homem foi preso em flagrante em seu apartamento no Flamengo

Homem foi preso em flagrante em seu apartamento no Flamengo – Reprodução RecordTV

Nas primeiras horas da manhã desta terça-feira (17), agentes deixaram a sede da Polícia Federal, na Praça Mauá, região central do Rio de Janeiro, em direção ao Flamengo, na zona sul da cidade. O objetivo era cumprir um mandado de busca e apreensão contra um homem suspeito de compartilhar pornografia infantil na internet.

Durante as três horas de busca, os policiais federais encontraram evidências de que o homem armazenava o material e usava a internet para compartilhá-lo em uma rede internacional. Ele foi preso em flagrante e encaminhado para a sede da PF.

A prisão acontece dois meses após a megaoperação Luz da Infância, contra a pornografia infantil nos meios digitais, que prendeu dez pessoas no Rio de Janeiro e cumpriu mais de 500 mandados de busca e apreensão no Rio e em outros 23 estados e no Distrito Federal.

Segundo a Central Nacional de Denúncias de Crimes Cibernéticos, cerca de 63% das páginas denunciadas ao órgão em 2017 estavam relacionadas à pornografia infantil.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Odair Braz Jr.


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*