Aventureiro decide conhecer Brasil de bicicleta e passa por cidades de Mato Grosso

Ex-caminhoneiro C�sar Schommer faz turismo de bicicleta pelo Brasil - em passagem por Cuiab� e VG

Seguindo o próprio sonho de pedalar pelas estradas do Brasil, o ex-caminhoneiro César Schommer, vem desde abril atravessando o país acompanhado somente da sua bicicleta Monark. Com 41 anos, o aventureiro deixou pai e mãe em Guaraciaba, Santa Catarina, sua cidade natal, para conhecer sozinho as paisagens brasileiras. Já foram 2.300 Km percorridos e a viagem segue até final do ano com média de 8 horas de pedal por dia.

O aventureiro conta que seu amor pelas estradas já é antigo. Desde que trabalhava com viagens de caminhão sentia a vontade de parar e conhecer o cenário. “Eu sempre fui uma pessoa que viajou muito, eu sempre tive vontade de viajar de bicicleta, de modo que eu pudesse ir parando nos lugares onde eu olhava no caminhão e pensava: como eu queria ter tempo para parar e aproveitar”, disse.

A ideia foi amadurecendo e César começou a pedalar distâncias mais curtas. Até que teve a coragem de seguir viagem no começo de 2021. A definição da sua parceira de aventuras, a Bike, foi pela forma mais simples possível. Segundo César, “a escolha da bike foi pensando em não chamar atenção da bandidagem e também a simplicidade em encontrar peças, eu consigo encontrar peças dela em qualquer cidade, seja em uma capital ou em uma cidadezinha no interior”, explicou o ciclista.

Busca de autoconhecimento 

No seu caminho, César ainda não encontrou os perigos dos quais tanto foi alertado, quando contou aos amigos e familiares sobre a sua decisão. “Eu desconheço o perigo na estrada. Muita gente me falou que seria perigoso, que eu seria assaltado, que sofreria acidente com caminhão. Não é. O Brasil é lindo e maravilhoso e as pessoas são boas. Encontro pessoas que  não me conhecem e me perguntam sobre o que estou precisando, eu não preciso pedir, e isso é gratificante”, revelou o ciclista.

A bicicleta, além de fiel escudeira, se transformou na casa de César. Nela estão seus kits básicos de sobrevivência. “Tudo que eu preciso eu carrego na bicicleta, aqui tem comida tem baldes que são os meus alforges, escolhi os mais simples e impermeáveis. Carrego minhas roupas, meus equipamentos para dormir, isolante térmico, uma lona, garrafas de água, fogareiro. Então, é só ir comprando os mantimentos e ir guardando”, contou o ciclista.

Rodinei Crescêncio

Ex-caminhoneiro C�sar Schommer faz turismo de bicicleta pelo Brasil - em passagem por Cuiab� e VG

Todos os mantimentos são custeados por ele mesmo, sem apoio financeiro, a viagem também tem a intenção de ser baixo custo.

Pedalando de 7 à 8 horas por dia, o aventureiro só para no meio do dia para fazer o almoço e a noite, quando se acomoda entre plantações de soja, postos de gasolina, matas e campis. Ele ressalta que a viagem é acima de tudo um momento para ele, e que os horários não são o mais importante, uma vez que a natureza vem sendo seu guia.

Ele segue viagem 

Atualmente, Cesár Schommer está em Cuiabá e deve subir a Baixada em direção ao Manso, para conhecer as paisagens da região. O frio que assustou os cuiabanos, também surpreendeu o sulista que ainda não decidiu se parte antes do clima amenizar.

Rodinei Crescêncio

Ex-caminhoneiro C�sar Schommer faz turismo de bicicleta pelo Brasil - em passagem por Cuiab� e VG

Do começo até agora, o ciclista já passou por cidades como Jaciara (MT), Chapada dos Guimarães (MT), Miranda (MS), Bonito (MS), entre outros munícipios do Centro-Oeste.

Para quem tem vontade de fazer algo parecido e seguir um sonho aventureiro, César deixa um conselho: “Primeiro lugar, siga seu coração e siga seu sonho. Faça aquilo que você realmente quer fazer, fácil não é, se fosse fácil ia ter um monte de gente fazendo. A partir do momento que você larga sua zona de conforto, que é tá em casa e faz uma viagem como esta que estou fazendo, você encontra um mundo maravilhoso. Vale a pena fazer”, completou César.

Para acompanhar os próximos destinos do ciclista é só seguir seu perfil no Instagram: @pedal.jando

 

Fonte: Rdnews


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*