Carretas batem, pegam fogo e três morrem queimados

TRAGÉDIA NA BR-163

Carretas batem, pegam fogo e três morrem queimados; veja fotos

A Rota do Oeste foi acionada por volta das 10h40 para atender à ocorrência no km 589 da BR-163, em Nova Mutum. Veículos incendiaram após batida em rodovia de Nova Mutum nesta manhã

Veículos incendiaram após batida em rodovia de Nova Mutum nesta manhã.

Duas carretas bateram e pegaram fogo na manhã desta quinta-feira (09) no km 589 da BR-163, em Nova Mutum (264 km da Capital), onde três pessoas, ainda não identificadas, morreram carbonizadas. A Rota do Oeste, concessionária que administra esse trecho da rodovia, isolou o local e mandou equipes para ajudarem o Corpo de Bombeiros no combate às chamas e resgate das vítimas sobreviventes. De acordo com as primeiras informações, os veículos de carga, um carregado de milho e outro de papelão, bateram violentamente e, em seguida, incendiaram à margem da rodovia. De acordo com a imprensa local, um dos motoristas teria conseguido sair da carreta antes dela ser tomada pelo fogo. No entanto, outras três vítimas ficaram presas nos veículos e morreram queimadas. O fato ainda foi comunicado à Delegacia de Polícia Civil e Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), responsáveis pelos procedimentos no andamento da ocorrência. Ainda não há informações oficiais sobre as causas e circunstâncias do acidente. Os peritos analisaram as condições em que os corpos foram encontrados, periciaram os veículos e o perímetro da rodovia para coletar informações que ajudem a determinar os fatos. Em seguida, os corpos serão encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML), onde passarão por exame de necropsia, que vai determinar a causa clínica das mortes. Os policiais acompanharam os trabalhos no local e aguardam laudo técnico para concluir o caso. As imagens do acidente são impressionantes pela ‘quantidade’ de fogo na rodovia após a batida dos veículos pesados e a fumaça escura que tomou conta da região.

Fonte: ReporterMT


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*