De chuva de granizo a calor de 40 ºC: veja a previsão do tempo para 2ª e 3ª feira

Segundo a Somar Meteorologia, temporais previstos para os próximos dias podem causar transtornos em parte do Brasil

 Por Canal Rural, com informações da Somar Meteorologia

chuvas trator tempo

Veja quais estados receberão chuva forte no começo desta semana. Foto: Rúben Duarte

Segunda-feira, 11

Sul

Mais uma vez, o destaque vai para as temperaturas máximas, que se aproximam dos 40 ºC entre a região metropolitana de Porto Alegre e o Vale do Rio Pardo. De forma geral, todo o Sul terá um dia muito quente por causa da intensificação dos ventos que sopram do quadrante norte.

Além de um corredor de umidade da Amazônia, a chegada de uma frente fria na costa entre o Uruguai e o sul gaúcho vai organizar temporais. Chove em forma de pancadas com trovoadas e eventual granizo nos três estados, mas na fronteira com o Uruguai há previsão de acumulados de chuva mais expressivos, que podem trazer transtornos.

Os ventos de 50 a 60 km/h sopram em toda a região, e de até 70 km/h na Campanha gaúcha, fronteira oeste e extremo sul do Rio Grande do Sul.

Sudeste

Na segunda-feira, ainda chove em boa parte do Sudeste. Tem áreas de instabilidades tropicais e duas áreas de baixa pressão atmosférica atuando na região que, junto com o calor da tarde, formam nuvens carregadas. A condição para temporais é maior no norte paulista e no oeste, centro e norte de Minas Gerais, inclusive na capital Belo Horizonte. Já os volumes mais expressivos se concentram em cidades mais próximas a Goiás.

No Rio de Janeiro, Espírito Santo e restante de São Paulo, já tem períodos de melhoria mais prolongados e chuva mais isolada do que em dias anteriores.

No litoral entre São Paulo e Rio de Janeiro tem previsão de ventos moderados ao longo do dia.

Centro-Oeste

Segunda-feira com previsão de chuva forte com trovoadas em todo o Centro-Oeste. Os maiores acumulados ocorrem em Goiás, no leste e sudeste de Mato Grosso e no Distrito Federal, com condição para alagamentos, deslizamentos de terra e mais transtornos em áreas de risco. Isso tudo acontece por conta da umidade que vem da Amazônia e o calor intenso que faz em toda a região no período da tarde, além de áreas de baixa pressão atmosférica no Sudeste. As temperaturas máximas podem passar dos 40 ºC nas áreas do Pantanal de Mato Grosso do Sul.

Nordeste

A chuva continua forte no Maranhão e em grande parte do Piauí e da Bahia. Há condição de raios e rajadas de vento moderadas. A condição para granizo já diminui em relação ao dia anterior. As instabilidades estão associadas à borda do Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN). Aliás, esse sistema ainda causa chuva em forma de pancadas rápidas e isoladas no litoral do Ceará.

tempo ficará firme do nordeste da Bahia até o Rio Grande do Norte, passando pelo Ceará, Pernambuco e Alagoas e Sergipe, devido à massa de ar seco que se encontra no centro do VCAN.

Norte

A previsão é de mais chuva pela região a qualquer hora do dia. Os volumes seguem elevados em Roraima, no Amapá e no norte do Pará, com condição para alagamentos e deslizamentos de terra, mas não se descartam danos nas demais localidades. Entre o Amapá e o norte do Pará, a chuva acontece por conta da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT). Já nas demais áreas, a chuva acontece devido ao calor, a alta umidade e mais a circulação dos ventos em altitude.

Terça-feira, 12

Sul

Uma frente fria no oceano na altura do Rio Grande do Sul já vai se afastando para alto-mar, mas ainda tem previsão de chuva em toda a região Sul. A chuva acontece a qualquer hora do dia, com volumes mais expressivos entre o litoral catarinense e o Vale do Itajaí, por causa da umidade que sopra do mar contra a costa. Em outras áreas de Santa Catarina, Rio Grande do Sul e do Paraná, tem chuva em forma de pancadas isoladas entre períodos de melhoria e ainda com algumas trovoadas.

Os ventos mudam de direção para o quadrante sul no território gaúcho, deixando as temperaturas máximas mais amenas. Por outro lado, o calor da tarde persiste entre Paraná e Santa Catarina.

Sudeste

O sol aparece em boa parte do dia e eleva as temperaturas, mas as nuvens mais carregadas retornam entre a tarde e a noite novamente e provocam chuva em forma de pancadas, por causa da de uma área de baixa pressão atmosférica no norte paulista. A chuva é mais passageira e localizada em relação aos dias anteriores, mas ainda vem com trovoadas e eventual granizo em São Paulo, sul mineiro e oeste de Minas Gerais.

Por outro lado, uma região de alta pressão atmosférica influencia o Rio de Janeiro e o Espírito Santo, deixando a maior parte do dia com sol e calor, e a chuva, se ocorrer, será mais fraca, atingindo uma ou outra cidade no fim do dia.

Centro-Oeste

As chuvas não param no Centro-Oeste na terça-feira, com previsão de temporais e volumes elevados especialmente no centro-sul de Mato Grosso, inclusive em Cuiabá, no extremo norte de Mato Grosso do Sul e oeste de Goiás. Há condição para transtornos em áreas de risco, como alagamentos.

No restante de Mato Grosso do Sul, há mais períodos de melhoria e o calor segue intenso no período da tarde, mas isso ajuda a formar chuvas típicas de verão no estado.

Nordeste

Na terça-feira, ainda tem a atuação de um Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN) no Nordeste, o que mantém o tempo firme, ensolarado e quente no sertão e norte da Bahia ao longo do dia. Além disso, nessas áreas tem umidade relativa do ar mais baixa.

Por outro lado, o mesmo sistema volta a favorecer chuva isolada e de baixo acumulado nas praias entre Sergipe e leste do Rio Grande do Norte. No Maranhão, maior parte do Piauí e restante da Bahia, a chuva vem em forma de pancadas após um dia quente, mas com menor condição para temporais.

Norte

A atuação da Zona de convergência Intertropical (ZCIT) vai aumentar a chuva na costa leste do Amapá, que fica generalizada e com maiores acumulados. Em outras áreas, tempo bastante abafado e formação de nuvens carregadas ao longo do dia e pancadas de chuva com trovoadas.


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*