Ministério Público processa Luverdense por supostas irregularidades em jogo disputado contra o Corinthians

MP processa Luverdense por supostas irregularidades em jogo disputado contra o Corinthians

O Ministério Público de Mato Grosso (MPE) ofereceu ação contra o time de futebol Luverdense por supostas irregularidades em jogo disputado contra o Corinthians, em 2017, pela Copa do Brasil, ocasião em que o representante de MT foi derrotado por 2 a 0.

Segundo o MPE, restou apurado que a agremiação esportiva comercializou ingressos da partida sem correspondente numeração de assentos, tendo indicado tão somente o valor, o setor e o portão de acesso.

A confecção dos ingressos sem numeração foi, conforme acusação, proposital e atendeu a uma finalidade puramente econômica do clube mandante, “isto porque, seu presidente , Helmute Augusto Lawisch, era sabedor de que a expectativa de público seria superior a vinte mil pessoas, o que lhe obrigava a indicar os assentos respectivos nos tickets”.

De acordo com o boletim financeiro da partida, foram disponibilizados 24.690 ingressos, sendo efetivamente vendidos 13.324, o que resultou uma arrecadação de R$ 824 mil e uma renda líquida de R$ 570 mil.

Segundo o MPE, porém, “é muito provável que os dados divulgados estejam subestimados, porquanto a completa falta de controle eletrônico de acesso do público nos eventos esportivos invariavelmente tem favorecido a edição de informações irreais”.

Conforme o órgão, as ausências de bilhetes marcados e do efetivo controle de acesso do público presente ocasionou um tumulto generalizado, resultando na aglomeração de torcedores.

O MPE pede condenação para indenização por dano moral coletivo no importe de R$ 170 mil. Há ainda pedido para fixação de responsabilidade do Luverdense pela reparação dos danos morais e materiais ocasionados aos consumidores em função das supostas práticas abusivas.

fonte: olhar direto


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*