Quebrando recorde negativo: Cidade de Mato Grosso tem o gás de cozinha mais caro do Brasil

SUFOCO NO BOLSO

Reportagem da CNN, com informações da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), ressaltou os aumentos sucessivos e as diferenças de preço no Brasil.

Reportagem do canal CNN, na noite dessa quarta-feira (21), apontou que Mato Grosso hoje tem o segundo gás de cozinha mais caro do Brasil, com média de preço de R$ 110,41.  Alta Floresta-MT se mantém como a cidade com preço do produto mais caro do país, comercializado a R$ 130,00.

MT só perde para Roraima, com preço médio do gás a R$ 111, 04. Esse fato é recente, já que Mato Grosso era o líder neste ranking até o início deste ano.

O preço do gás, aquele usado no dia-a-dia para cozinhar em casa, sofreu reajuste de 38% desde janeiro de 2021. O que, consequentemente, aumenta os preços dos impostos calculados sobre o produto.

Para tentar segurar a subida de preços, as distribuidoras e revendedores têm perdido na margem de lucro. No entanto, na região Norte do país, os atravessadores do gás de cozinha ainda têm margem de lucro três vezes maior que a média do Brasil.

Os aumentos sucessivos do preço do gás, promovidos pela Petrobras, seriam incentivados pela valorização do preço do diesel no mercado internacional, muito significativa desde o início de 2021 e também pela desvalorização do real em frente ao dólar.

O fato da região Norte do país um dos Impostos sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) mais caros do Brasil, aliado com os problemas de logística para distribuição do gás nos estados nortistas, que elevam os custos, seriam os responsáveis pelo alto custo do produto.

O gás chega a ser transportado por mais de 3 mil km em balsas devido às dimensões dos estados do norte e a baixa densidade demográfica.

Por esses motivos a região norte do país assumiu a liderança de gás de cozinha mais caro do Brasil, deixando Mato Grosso em segundo lugar.

No entanto, de forma isolada, a cidade mato-grossense de Alta Floresta (803 km de Cuiabá) segue com o gás mais caro do país. A média de preço no município bate a casa dos R$ 130. Em contraponto, a cidade de Cruz Alta, no RS, vende o mesmo produto a R$ 65.

Fonte: ReporterMT


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*