Soja fecha com baixa em Chicago e queda no preço deve continuar, diz analista

O clima favorável nos Estados Unidos e a forte baixa do milho pressionaram as cotações da soja; esta foi a sexta sessão seguida de perdas

Por Agência Safras

Os contratos futuros da soja negociados na Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) fecharam a terça-feira, 25, com preços mais baixos. O clima favorável nos Estados Unidos e a forte baixa do milho pressionaram as cotações. Foi a sexta sessão seguida de perdas, colocando os contratos nos menores níveis desde o final de abril.

Os contratos da soja em grão com entrega em julho fecharam com baixa de 11 centavos de dólar por libra-peso ou  0,72% a US$ 15,11 por bushel. A posição agosto teve cotação de US$ 14,60 por bushel, com perda de 10,50 centavos ou 0,71%.

Nos subprodutos, a posição julho do farelo recuou US$ 13,90 ou 3,47% a US$ 386,30 por tonelada. No óleo, os contratos com vencimento em julho fecharam a 66,69 centavos de dólar, perda de 1,56 centavo ou 2,39%.

O mercado também foi pressionado pelas notícias de que os compradores chineses estariam cancelando aquisições da safra velha para grãos e comprando para a próxima temporada. O mercado também sentiu o impacto do cenário técnico.

“Tecnicamente, chama a atenção a perda da média móvel de 30 períodos, o que se confirmada, pode levar a continuidade do movimento negativo”, completa o analista da Safras & Mercado, Luiz Fernando Roque.

Soja no mercado físico

O mercado brasileiro de soja teve uma terça de negócios pontuais e de preços com comportamento regionalizado. Chicago recuou, enquanto o dólar e os prêmios subiram. Os negociadores seguiram retraídos.

Em Passo Fundo (RS), a saca de 60 quilos seguiu em R$ 171. Na região das Missões, a cotação permaneceu em R$ 170. No porto de Rio Grande, o preço ficou em R$ 172.

Em Cascavel, no Paraná, o preço estabilizou em R$ 171 a saca. No porto de Paranaguá (PR), a saca ficou em R$ 175.

Em Rondonópolis (MT), a saca recuou de R$ 165,50 para R$ 164. Em Dourados (MS), a cotação baixou de R$ 161 para R$ 160. Em Rio Verde (GO), a saca seguiu em R$ 165.

Dólar

O dólar comercial encerrou a sessão de hoje com alta de 0,22%, sendo negociado a R$ 5,3370 para venda e a R$ 5,3350 para compra. Durante o dia, a moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 5,2960 e a máxima de R$ 5,3430.


Comentários

Publicidade de Exemplo

Veja Também

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicadoCampos obrigatórios estão marcados *

*